werner_schroeter

Werner Schroeter

O adeus ao poeta das imagens.

Schroeter é pouco conhecido fora da sua Alemanha mas os seus filmes de sumptuosos visuais e estilizados por uma forte componente melodramática típica do Teatro marcaram para sempre o Cinema. Este ano havia recebido um prémio de carreira pelo Festival de Cinema de Berlim, e foi o único Alemão a ganhar o Urso de Ouro no mesmo festival em 1980.

Com uma carreira bastante prolífica, Werner Schroeter (1945-2010) é pouco conhecido fora da Europa e os seus filmes causam sempre um desconforto associado ao excesso de melodrama que lhe é característico. Acabado de completar 65 anos e tendo estreado em 2008 o seu último filme, “Esta Noite”, rodado em Portugal, esta é a altura para relembrar um verdadeiro outsider.

Nasce na Alemanha central em 1945 e tem o primeiro contacto com o cinema em 1967 fazendo pequenas experiências em 8mm. Antes havia estudado Psicologia na Universidade de Mannheim. A sua musa era Maria Callas, que estava sempre presente na sua imaginação.

O primeiro filme, “Eika Kattapa”, ganhou o prémio Josef von Sternberg e marca o inicio de uma nova fase na sua filmografia, onde fragmentos de narrativa aparecem no meio de densos efeitos sonoros e imagens alegóricas.

A sua actriz de eleição, Magdalena Montezuma, é a protagonista de inúmeros filmes, incluíndo “Salome”, “The Death of Maria Malibran”, “Willow Springs”, todos filmados em 16mm.

A mudança para o comum formato de 35mm dá-se em 1978 com o filme “Kingdom of Naples” e o seu trabalho ganha uma outra dimensão visual.

Após a morte da sua Montezuma, dedica muito do seu tempo a peças de teatro e documentários. O seu último filme, “Esta Noite”, é uma fantasia negra passada num futuro negro e totalitário e, mais uma vez, pouco vista fora do circuito Europeu.

Influenciado tanto pelo neo-realismo Italiano como pelo melodrama clássico de Hollywood, Schroeter deixa-nos uma vasta obra que merece ser vista e editada na íntegra, infelizmente comprovando que apenas a morte trás a desejada redenção aos autores.

Ilustração de Isabel Salvado



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This