Wheels & DollBaby

Mulheres que procuram glamour e um estilo retro burlesco...

Clothes to snare a Millionaire.

Wheels & DollBaby Slogan

Mulheres de todo o mundo e em particular de Portugal. Estão preparadas? Que tal cometerem uma loucura de Natal e em vez de comprar uma boa prenda aos vossos namorados e maridos, adquirir uma saia com caveiras? Um pouco sombrio? Então que tal uma t-shirt com um punhal a escorrer sangue? Tentador? Leiam os próximos parágrafos e aprendam como “apanhar um milionário”.

Fundada pelo casal Melanie Greensmith e Brett Ford em Sidney no ano de 1987, a Wheels & DollBaby é uma das marcas de roupa mais conceituadas em todo o mundo. Da vasta lista de clientes, encontramos nomes como Gwen Stefani, Kate Hudson, Pink, Daryl Hannah e Debbie Harry.

A marca iniciou a sua actividade na Austrália mas rapidamente começou a exportar as suas colecções para a Inglaterra e para os Estados Unidos da América, onde conseguiu captar a atenção de alguma celebridades, algo essencial para qualquer marca se afirmar em terras do tio Sam.

Uma das primeiras “estrelas” a solicitar os serviços da Wheels & DollBaby foi Michael Jackson que procurava um casaco de cabedal “customizado” para a sua “Bad Tour”. Seguiram-se os Rolling Stones, Bob Dylan e os INXS. A marca estava lançada para o sucesso.

Depois de uma colaboração bastante próxima entre a marca e a música (Melanie foi durante algum tempo responsável pelo guarda-roupa dos The Black Crowes, The Pretenders e Blondie), a Wheels & DollBaby decidiu apostar no mercado feminino, apresentando um conceito ambicioso e bastante característico.

Tendo sempre como base o rock n’ roll, a marca tem apresentado um conjunto de colecções que aliam o glamour com uma boa disposição burlesca, numa vasta linha de roupa que pretende alcançar diversos patamares. Se, por um lado, a marca apresenta peças destinadas ao dia-a-dia de uma mulher urbana (t-shirts, saias, etc), a outra face da Wheels & DollBaby aposta no requinte, nos vestidos e na qualidade dos materiais.

Obviamente que, com uma gama de produtos tão vasta, os preços são também bastante “flutuantes”. Se uma t-shirt custa cerca de 60 euros, um vestido pode chegar aos 600.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This