rsz__mg_4574

Yann Tiersen @ Coliseu dos Recreios (08.10.2016)

O fabuloso regresso do bretão ás suas origens

No dia 8 de Outubro de 2016, o multi instrumentista Yann Tiersen brindou o Coliseu de Lisboa, totalmente lotado, com dois concertos intimistas que marcaram o arranque da sua Live Solo Tour. Estes espetáculos marcaram o regresso do compositor às suas origens musicais, inspirando-se na sua terra natal, a ilha de Ushant na Bretanha.

A RdB esteve presente no segundo concerto, com inicio as dez da noite (o primeiro foi as seis da tarde).

Este concerto, embora não tenha tido intervalo, acabou por se dividir em dois momentos. O primeiro dedicado quase em exclusivo ao novo álbum EUSA. Yann sentado no piano, fez-se acompanhar por um Gin Tónico e um radio com fotogramas, de onde, supostamente, emergiam sons de fundo como aves, o vento e as ondas do mar da Bretanha.

O Coliseu dos Recreios seguiu a atuação completamente mudo, onde o silêncio apenas foi timidamente interrompido pelas primeiras tosses do Outono. Destaque para «Porz Goret», a segunda musica da noite, que melhor espelha o regresso ao passado no novo álbum. A melancólica «Roc’h ar Vugale» foi também um momento alto desta “primeira parte”, onde tocou cerca de oito musicas com poucas pausas. Yann, comedido em palavras, agradeceu com um simples “Thank you” entre vivos aplausos. Na “segunda parte” o musico tocou temas mais conhecidos visitando o piano, o violino e dois toys pianos. O fabuloso tema  «La Distante» da OST de Amelie Poulain com um piano de sopro negro e som profundo e, encantou com «Las Valses des Monstres» tocando em dois toys pianos, de joelhos e com os olhos postos na plateia.

Os fortes aplausos valeram dois encores e a oportunidade de ir buscar outro Gin Tónico. O primeiro encore foi bastante feliz com um primeiro tema intimista no piano. O momento mais alto da noite, foi uma estonteante abertura no violino para  «Sur le Fil» que encerrou suavemente ao som das teclas. O segundo encore, acabou por acontecer apenas para prestar um agradecimento ao publico, mas não foi surpreendente e , eventualmente, não estaria mesmo nos planos do artista.

Lisboa foi a primeira cidade a acolher o Live Solo Tour do artista francês Yann Tiersen, e daqui o musico irá realizar um total de quinze concertos até ao inicio de Novembro! Saudamos e agradecemos o regresso do bretão, ao registo, que consideramos ser a “praia” deste dotado multi instrumentista.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This