Zygmunt Bauman, Carlos Vaz Marques e Pedro Mexia confirmados no Festival Literário da Madeira

Zygmunt Bauman, Carlos Vaz Marques e Pedro Mexia juntam-se a Filipa Leal, Inês Fonseca Santos e aos já anunciados Naomi Wolf, Antonio Scurati, Rui Zink, Maria do Rosário Pedreira, Tiago Patrício, Lídio Araújo, Adélia Carvalho, Francisco Fernandes, Paulo Sérgio BEJu, Maria João Saraiva de Menezes, Isabel Leal, Cláudia Sousa, Luísa Spínola e Roberto Macedo Alves, na 3ª edição do Festival Literário da Madeira. Zygmunt Bauman, sociólogo polaco considerado um dos maiores pensadores da atualidade, começou a sua carreira académica na Universidade de Varsóvia, tendo passado também pelo Canadá, EUA e Grã-Bretanha. Na Universidade de Leeds foi professor titular e é atualmente professor emérito de sociologia. A sua obra atravessa a sociologia, a ética, a política, estudos culturais e os media, a partir do seu conceito fundamental — o da modernidade líquida, marcada por uma ausência de laços duradouros ou significativos.

Carlos Vaz Marques é autor do programa Pessoal e Transmissível, na TSF, no qual já entrevistou centenas de personalidades como Dalai Lama, Xanana Gusmão, José Saramago, Mário Vargas Llosa, Salman Rushdie, Caetano Veloso, entre muitos outros. Coordena o Governo Sombra, programa semanal com Pedro Mexia, João Miguel Tavares e Ricardo Araújo Pereira que começou na TSF e conquistou espaço na televisão. É responsável pela coleção Literatura de Viagens, das edições Tinta-da-China. Este ano, a versão portuguesa da consagrada e centenária revista Granta chega às bancas sob a sua direção.

Pedro Mexia foi cronista e crítico do Diário de Notícias entre 1998 e 2007 e um dos grandes impulsionadores da blogosfera portuguesa. Revelou-se no DN-Jovem, uma rubrica, mais tarde suplemento, que catapultou muitos daqueles que, hoje, enformam a nova geração de escritores portugueses. Autor de uma crónica semanal no Expresso, além de uma coluna mensal na revista LER, Pedro Mexia foi subdiretor e diretor interino da Cinemateca Portuguesa, é membro do Governo Sombra, programa radiofónico que ganhou plataforma no pequeno ecrã. Publicou vários livros de poesia e várias coletâneas de crónicas, tendo também deixado marca na dramaturgia.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This