Youthless – “This Glorious No Age”

Em 2011 os Youthless começaram a delinear os contornos do esboço de “This Glorious No Age”, um LP sustentado em algumas das ideias de Marshall McLuhan acerca da descoberta da electricidade, e acerca de como tamanha façanha teve, e ainda tem, tão profundo impacto em todos nós.

Ao segundo disco (o EP “Telemachy” foi editado em 2009), o duo decidiu contar esta história perpassando a História do rock, nomeando as canções em função de famosos duos da música, começando pelo duo acústico psico-folk de Marc Bolan, nos anos 60′, e daí escalando década a década até à electrificação contemporânea abstracta dos Lucky Dragons.

No entanto, assim que a banda iniciou os trabalhos do LP, Alex (vocalista e baterista) sofreu uma lesão muscular nas costas que pôs em causa a possibilidade de continuar a tocar bateria e actuar. Durante o longo período de hiato forçado e respectiva reabilitação, Alex iniciou o processo de escrita de canções sobre a posição em que ele e o companheiro de banda Sebastiano se encontravam, o que aprofundou os temas ao ponto de encaixarem sincronicamente com o conceito do LP: temáticas como a desintegração do velho mundo, a viagem rumo a terreno incerto, pesadelos, esperanças de ascensão, como as ferramentas moldam o construtor, e a nossa obsessão pelo passado e pelo futuro… O LP desenvolveu um duplo significado, por um lado muito pessoal, circunstancial, e, por outro, universal e mitológico.

O disco foi misturado por Justin Garrish (Vampire Weekend, The Strokes, Weezer) e gravado por Chris Common, Pedro Cruz e a própria banda em vários estúdios caseiros e sótãos entre Lisboa, Sintra e Cascais. Conta com a participação de Francisco Ferreira (Capitão Fausto, Bispo), João Pereira (Riding Pânico, LaMa), Chris Common (These Arms are Snakes, Le Butcherettes), Francisca Cortesão (Minta and the Brook Trout) e Duarte Ornelas.

Os Youthless irão começar a mostrar este último trabalho ao vivo em Portugal a partir de Março, com Francisco Ferreira (Capitão Fausto, Bispo) e João Pereira (Riding Pânico, LAmA) nos teclados. A tour arranca com uma festa de lançamento no Music Box (Lisboa) que também irá contar com as presenças da família musical próxima de longa data Octa Push, Jibóia e LAmA.
Datas confirmadas:

– 11 de Março, Musicbox, Lisboa
– 12 de Março, Maus Hábitos, Porto
– 18 de Março, Texas Bar, Leiria
– 19 de Março, Salão Brazil, Coimbra
– 1 de Abril, Stairway Club, Cascais



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This