BJÖRK DESVENDA BIOPHILIA

Com o lançamento do single de apresentação, «Crystalline», editado em exclusivo na iTunes Store, Björk revela hoje «Biophilia», a sua mais ambiciosa e interdisciplinar criação de sempre. «Biophilia» é um projecto multimédia que inclui um álbum de estúdio, aplicações, um novo site, instrumentos musicais criados propositadamente, espectáculos ao vivo e workshops educativos.

Björk colaborou com programadores de aplicações, cientistas, escritores, inventores, músicos e artesãos musicais para criar uma exploração multimédia única do universo e das suas forças físicas – em particular, aquelas onde a música, a natureza e a tecnologia se encontram. Além de ser essa a sua inspiração, este projecto explora as relações entre as estruturas musicais e os fenómenos naturais, do átomo ao cosmos.

O single principal, «Crystalline», já pode ser encontrado no iTunes, com as Biophilia Apps a serem lançadas via One Little Indian.

A passagem de «Biophilia» ao palco vai ter estreia mundial no dia 30 de Junho, incluída no Manchester International Festival. Björk vai ter uma residência de três semanas nesse festival, que irá incluir seis interpretações intimistas das novas canções, no Campfield Market Hall – naqueles que serão os seus primeiros concertos no Reino Unido em mais de três anos. Esta residência servirá também para revelar as correspondentes aplicações, os instrumentos criados para o projecto e muito mais. Mais informações podem ser encontradas AQUI.

O projecto «Biophilia» é composto cinco elementos:

I. ÁLBUM

Ainda este ano, as canções de «Biophilia» serão editadas enquanto tradicional álbum de estúdio, composto por 10 faixas e disponibilizado tanto em suporte digital quanto nos habituais formatos físicos. Misturadas por Damian Taylor e Björk, com uma estrutura mais despida e um objectivo educativo e de lazer, as canções também serão apresentadas com as correspondentes Biophilia Apps. O primeiro single do álbum, «Crystalline», já está disponível. O inovador realizador Michel Gondry, há muito colaborador de Björk, está a conceber o teledisco para a canção.

II. APLICAÇÕES

As Biophilia Apps são uma colecção de dez aplicações, uma para cada canção, que estarão disponíveis numa central de criação do mundo designada por «App Mãe», acessível através da One Little Indian. Esta plataforma funcionará como uma galáxia tridimensional na qual as aplicações iniciais surgirão como constelações, enquanto as restantes serão, a partir daí, adicionadas à colecção com intervalos regulares.

Cada aplicação tem o seu próprio tema (relacionado com a canção que lhe corresponde) e combina um elemento natural com um traço musicológico. Os níveis de conteúdo de cada aplicação incluem: um jogo interactivo baseado na temática científica e musical da canção, uma animação musical da canção, uma partitura animada, letras e uma dissertação académica. O jogo permite ao utilizador interagir com os elementos musicais da canção e aprender sobre as diferentes características musicais, enquanto cria a sua própria versão; a animação musical e a partitura animada juntam formas tanto convencionais quanto inovadoras de representar a música visualmente; e a dissertação académica explora, além das ideias por detrás de cada canção e de cada aplicação, a forma como foram concebidas musicalmente.

As Biophilia Apps foram desenvolvidas por uma equipa escolhida por Björk, composta por dez dos mais revolucionários e bem-sucedidos programadores de aplicações da actualidade. A equipa, liderada pelo Scott Snibbe Studio (criador das campeãs de vendas, Gravilux e Bubble Harp), inclui a mente criativa responsável por Sim City, TouchPress (os inovadores designers por detrás de Elements e Solar System, duas das mais lucrativas aplicações), e uma legião de premiados designers, animadores e especialistas em programação e codificação.

III. OS CONCERTOS

A passagem de «Biophilia» ao palco terá a sua estreia no próximo dia 30 de Junho, incluída no Manchester International Festival, seguindo depois para uma digressão mundial, que durará três anos repartidos em residências de seis semanas em oito cidades diferentes. Em cada cidade, Björk irá interpretar «Biophilia» duas vezes por semana, utilizando as aplicações para tocar ao vivo um conjunto de instrumentos musicais construídos para este efeito específico, recriando, assim, uma atmosfera semelhante à existente no interior da própria aplicação. Nos restantes dias da semana, em colaboração com escolas locais, o espaço do espectáculo irá receber diversos workshops musicais educativos

Para a acompanhar nesta digressão, Björk imaginou uma série de originais instrumentos musicais, construídos por uma equipa que inclui um inventor britânico, um construtor de órgãos islandês e um licenciado no MIT. Estas criações abrangem quatro harpas em pêndulo (cada uma com três metros), nas quais os movimentos de oscilação arrancam as cordas, ilustrando a temática de gravitação das canções. Também há uma excepcional harpa de cavilha com três metros, chamada Sharpsichord, um órgão de tubos com controlo digital e um celeste (conjunto de instrumentos tradicionais indonésios, reequipado com barras de bronze), roldanas musicais paralelas e um premiado coro feminino islandês de 24 elementos. Ao invés das habituais salas de espectáculos, o concerto de «Biophilia» decorre em espaços e museus seleccionados ao pormenor. Björk irá actuar para audiências inferiores às 2 mil pessoas, de forma a garantir uma experiência intimista na qual todos espectadores se encontram a cerca de 6 metros do palco.

IV.  DOCUMENTÁRIO

Actualmente, está a ser gravado um documentário de 90 minutos sobre o projecto por detrás de «Biophilia». Filmado pela Pulse Films, irá explorar o processo criativo de Björk, à medida que os vários elementos de «Biophilia» vão sendo adicionados. Aqui, Björk poderá ser vista nos ensaios para os espectáculos, assim como no tempo passado em estúdio para registar o álbum; através de filmagens pessoais e entrevistas, será possível compreender como o projecto foi concebido e concretizado. Ao longo de todo este percurso, poderá igualmente descobrir-se mais sobre a fascinante relação entre a música e o mundo da natureza. O culminar de todo o filme será a grande revelação do projecto: a primeira representação de «Biophilia» ao vivo. O documentário será transmitido mais tarde, ainda durante a campanha que acompanha o álbum.

V. WEBSITE

www.bjork.com foi actualizado para «Biophilia», usando a mais moderna tecnologia HTML5. Com animação inovadora e interactiva, o site distingue-se de todos os outros pela oferta de uma experiência completamente ímpar. Além de servir como principal fonte de informação para tudo o que diga respeito a «Biophilia», nele pode ainda ser encontrada uma original galáxia tridimensional, com versões que permitem a sua utilização em praticamente todos os equipamentos.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This