IndieLisboa 2011 – 8 de Maio

Depois da sessão, IndieJúnior Famílias +3, às 11H30, no Teatro do Bairro, “Robinson in Ruins”, de Patrick Keiller, acompanha um estudioso enigmático na sua viagem pelo Sul de Inglaterra, percorrendo paisagens urbanas e pitorescas. Convencido de que é capaz de comunicar com uma rede de inteligência não-humana, questiona-se sobre a sobrevivência da vida no planeta. O filme passa às 14h30, no Pequeno Auditório da Culturgest. Às 14h45, Maria Speth mostra-nos, em “9 Lives”, como é a vida na rua, sem nunca nos mostrar a rua. Vencedor de um prémio no Festival DOK de Leipzig, filmado na totalidade em preto e branco, este é um filme onde as palavras são importantes aliadas da imagem, ditas para ver e ouvir, no Teatro do Bairro. “Attenberg”, de Athina Rachel Tsangari, é um ensaio sobre a vida e o amor, carregada de emoções vividas de um ponto de vista animal e quase instrumental, para ver às 14h45, no Cinema São Jorge 3.

“Curling”, de Denis Côté, passa às 15h na Sala 1 do Cinema São Jorge. Segue-se, às 16h, a sessão IndieJúnior Famílias +6. A sessão Competição Internacional de Curtas 5 tem início às 16h45, no Pequeno Auditório da Culturgest. O primeiro da série Musicbox Clubdocs retrata a banda Diabo na Cruz, com realização de Paulo Prazeres. Para ver às 17h, no Cinema São Jorge 3. Em “A Little Closer”, de Matthew Petock, Sheryl é uma mãe solteira à procura de um pai para os seus filhos, dois adolescentes em picos diferentes da sua descoberta da sexualidade. Neste pequeno triângulo familiar, todos partilham os mesmos problemas, mas não uns com os outros. O filme é exibido às 17h, no Cinema São Jorge 1.

A sessão Observatório Curtas 2 passa no Teatro do Bairro, às 17h15. Às 18h, o Grande Auditório da Culturgest recebe a Competição Nacional Curtas 2. Às 18h45, o IndieJúnior Famílias +14 apresenta “Pulso Acelerado”, de Baldvin Z. Às 19h15, “Todos Vós Sodes Capitáns”, de Oliver Laxe, as crianças de uma oficina de cinema de um centro social em Tânger, Marrocos, colocam-nos um desafio: identificar e desconstruir as ideias-feitas e partir à descoberta do que uma certa inocência do olhar pode apontar como óbvio, esquecido pelo hábito. Nesta aula, a ter lugar no Pequeno Auditório da Culturgest, aprende-se o que há para ver, quando se olha. Também às 19h15 é exibido o filme “Gravity Was Everywhere Back Then” de Brent Green, no Cinema São Jorge 1. Às 19h45, “Prud’Hommes”, de Stéphane Goël, passa no Teatro do Bairro.

Para ver às 21h30: Cinema Emergente Curtas 3, no Teatro do Bairro; “Dharma Guns” de F.J. Ossang, uma das Sessões Especiais, no Grande Auditório da Culturgest; “Terrakota No Topo Do Mundo – Diário de Uma Viagem aos Himalaias” de Pedro Coquenão, às 21h30, no Cinema São Jorge 3. Às 21h45, “Viagem a Portugal”, de Sérgio Tréfaut, Maria (Maria de Medeiros) é uma médica ucraniana que, chegada ao aeroporto de Faro, é imediatamente levada pela polícia de imigração para  interrogatório. Primeira ficção de Sérgio Tréfaut, o filme passa no Cinema São Jorge, Sala 1. No Pequeno Auditório da Culturgest, às 21h45, será exibida a Competição Internacional Curtas 6. Às 00h, “This Movie Is Broken de Bruce McDonald”, será exibido na Sala 3 do Cinema São Jorge.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This