PRESS PAUSE PLAY. Filme / Debate. Teatro do Bairro. Quinta-Feira, 8 de Dezembro. A partir das 17h00. ENTRADA LIVRE

A revolução digital da última década desencadeou a criatividade e o talento de uma forma sem precedentes, com oportunidades ilimitadas. Mas a cultura democratizada significa melhor arte, ou na realidade o verdadeiro talento é abafado?

Esta é a questão abordada em “Press Pause Play”, um documentário sobre a arte digital e que contém entrevistas com alguns dos criadores / produtores mais influentes do mundo. Após a sessão, o tema será debatido com a presença de artistas e convidados com know-how sobre o tema. O evento conta ainda com uma intervenção de ilustração digital por Osvaldo Medina (WHO).

Moderador:

JOÃO PERES ALVES (Associate Partner & Co-Founder da AYR – Trends, Consulting & Innovation Presidente do Santos Design District)

João Peres Alves tem formação em Engenharia Electrotécnica e Matemáticas Aplicadas e é responsável por diversos projectos de inovação, tecnologia e comunicação, com ligação às artes visuais, como o projecto e criação da Rede Nacional de Cinema Digital para o então ICAM (Instituto de Cinema, Ministério da Cultura) em 2004/2005. É igualmente Orador e Professor convidado em Conferências e Universidades / Institutos Politécnicos em Portugal, Espanha, França e Holanda.

Oradores:

GABRIEL AUGUSTO (Responsável de Marca e Produto da FLAG)

Entusiasta de todas as componentes da comunicação, com especial destaque para a componente digital e sua integração em estratégias globais, e com formação superior em Design de Comunicação e Gestão de Marketing, Gabriel Augusto é responsável de marca e produto da FLAG, a referência nacional em formação especializada em tecnologias associadas ao desenvolvimento de artes/suportes visuais e interactivos, nas vertentes print, web e motion.

DIOGO PESSOA DE ANDRADE (Artista Digital)

Diogo Pessoa de Andrade interessou-se cedo pela pintura como forma de expressão tendo vendido algumas obras, participado em exposições colectivas e feito pintura corporal em festivais. Formou-se em Engenharia pela escola Náutica Infante D. Henrique. O gosto pela imagem levou-o a fazer cursos de multimédia, web design, som e vídeo. Estudou realização em Barcelona e frequentou o mestrado em estudos cinematográficos da Universidade Lusófona. Desde 2003 que trabalha no sector audiovisual e multimédia como técnico e criativo. Tem feito publicidade, documentários e curtas-metragens. Actualmente trabalha como freelancer e dá formação em escolas e a empresas.

LUÍS DOURADO (Artes Visuais, Ilustração e Comunicação – WHO)

Luis Dourado vem desenvolvendo o seu próprio trabalho pessoal, projectos e colaborações, principalmente nas áreas de Artes Visuais, Ilustração e Comunicação. A sua obra nunca é fiel a uma técnica específica, embora oscile entre um método analógico e digital. O seu trabalho explora principalmente temas como a memória, controlo e ilusão, tendo sido publicado em revistas internacionais e publicações em mais de vinte países em quatro continentes.

A sua experiência transversal em áreas criativas, como desenho ou música ainda o levou a ser envolvido em várias iniciativas internacionais, como o Illustrative – International Forum for Illustration and Graphic Arts (Berlim, Alemanha), Festival Sónar (Barcelona, Espanha), Direktorenhaus Gallery (Berlim, Alemanha), DMY Festival (Berlim, Alemanha), Outonarte Festival (Espanha) ou Museu de Serralves (Porto, Portugal) entre outros.

OSVALDO MEDINA (Artes Visuais e Ilustração – WHO)

Nascido em 1973 em Luanda, Angola, mas com nacionalidade cabo-verdiana.

Chega a Lisboa no Verão de 1975. A infância e a adolescência passa-a em Benfica. Na Escola Secundária José Gomes Ferreira, termina o curso técnico profissional de desenho. Os seus primeiros trabalhos remunerados são realizados – enquanto estudante- para a Aspea (Ass. Portuguesa de Protecção do Ambiente). Acabados os estudos, começa a trabalhar na produtora Animanostra em 1997. Começa como intervalista no filme «Os Patinhos -Vamos dormir». Torna-se animador em várias produções de curtas e de séries de animação, aonde colabora com vários ilustradores conhecidos. Continua a trabalhar na Animanostra até hoje.

Paralelamente faz ilustração, « story-board» e «shooting-board», trabalhos em publicidade e BD. Inicia-se no mundo da BD (uma paixão antiga) com o livro «A Formula da Felicidade» 2009, seguido do livro «Mucha» também em 2009 «A Formula da Felicidade 2» em 2010 e «Agentes do C.A.O.S.: Nova O.R.D.E.M.», em 2011.

PROGRAMA

17:00 – Mensagem dos realizadores
17:15 – Exibição do filme
18:35 – Intervenção de Ilustração digital por Osvaldo Medina (Who)
18:45 – Debate

Apoio:

FLAG

WHO Gallery



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This