Vencedores da 8ª edição do Festival Black & White

O português André Guiomar é o grande vencedor da oitava edição do Festival Audiovisual Black & White que agora termina. O autor do documentário “Píton”, com a duração de 20 minutos, venceu o Grande Prémio de Vídeo da competição, tendo ainda acumulado os galardões de Melhor Vídeo Documentário e o Prémio do Público nesta categoria. “Píton” distingue-se, segundo o painel de jurados, “por apresentar – com grande intensidade emocional e extrema competência técnica – um retrato cativante de uma actividade incomum (o pugilismo).”

No domínio da fotografia, a distinção máxima foi entregue ao luso Henrique Bento pela série fotográfica “Reinventing time for love”, que se evidenciou por um olhar ao mesmo tempo cinematográfico e intimista dos pequenos instantes do quotidiano. “A Fuga”, da também portuguesa Daniela Marques, foi a favorita do público. O Prémio de Melhor Áudio foi entregue à produção alemã “Motofauna” da autoria de Vincent Wikström, enquanto a audiência do Festival distinguiu uma obra nacional – assinada por João Gigante e Miguel Arieira – e intitulada “A4”. A Emma Bowen, da Escócia, foi atribuída a menção honrosa da categoria de áudio pela criação de “White Gods”.

“Roncos do Diabo”, de Tiago Soares, foi eleito o Melhor Vídeo Musical, enquanto o espanhol Gerard Freixes venceu o prémio de Melhor Vídeo Experimental com “The Homogenics”. “Negative” de Yoav Hornung, proveniente de Israel, foi eleito o Melhor Vídeo Ficção e “Halftone”, da iraniana Hamideh Javadi, venceu o galardão de Melhor Vídeo Animação. O Festival Audiovisual Black & White, único no mundo por admitir apenas obras de vídeo, fotografia e áudio a preto e branco, regressa em 2012, de 18 a 21 de Abril.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This