rdb_germinal_thumb

Convites duplos – “GERMINAL” – Alkantara Festival – Maria Matos

Em que espaço da capital se encontra o Ponto de Encontro Alkantara?



UM CONVITE DUPLO PARA “”GERMINAL”, DIA 23 DE MAIO (SEXTA-FEIRA), 21:30 NO MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL




Sobre

E se pudéssemos começar do zero num rectângulo de cem metros quadrados? Germinal coloca quatro indivíduos num espaço virgem. A partir deste espaço eles produzem um sis-tema. Poder-se-ia dizer um mundo. No tempo que dura um espectáculo de teatro, testemu-nhamos o nascimento de uma nova civilização, cujo território é o palco e cujos habitantes são os actores. Seguimos a construção de uma nova história, da linguagem, do conhecimento e da comunidade. Os quatro protagonistas fazem experiências com a ciência, a tecnologia e as estruturas societais. Tentam perceber se a estabilidade quântica vale mesmo a pena. Descobrir se há um mínimo ontológico legal. Organizam o mundo de acordo com novas categorias. Tudo se classifica. Tudo se parte. Com um sorriso.

Paralelamente, Germinal também conta a história do teatro, desde os arcaísmos do mimo ao espectáculo multimédia contemporâneo.

Antoine Defoort e Halory Goerger são dois dos nomes mais refrescantes do teatro francês. Dotados de uma energia transbordante, os seus espectáculos são sempre brincalhões e mui-tas vezes completamente loucos, absurdos e subversivos, além de tecnicamente brilhantes.

Depois do irresistível &&&&&& & &&& em 2010 e de Cheval, de Defoort & Fournet, em 2012, regressam ao Alkantara Festival com Germinal, considerado por muitos o melhor espectáculo do ano passado em França. Mais do que nunca, o humor revela-se uma arma mortífera para minar os status quo deste mundo.

Conceito: Halory Goerger e Antoine Defoort
Interpretação: Arnaud Boulogne, Ondine Cloez, Antoine Defoort, Sébastien Vial e a Voz de Mathilde Maillard
Direcção técnica: Maël Teillant
Direcção de Cena: Maël Teillant, Colin Plancher
Luz, Vídeo: Sébastien Bausseron, Alice Dussart
Som: Robin Mignot, Régis Estreich
Produção: L’amicale de production
Produção e olhar exterior: Julien Fournet
Assessoria de produção: Mathilde Maillard
Co-produção: Alkantara (Lisboa), Biennale de la Danse( Lyon), Théâtre de la Manufacture (Nancy, Kunstenfestivaldesarts (Bruxelas), le Phénix (Valen¬ciennes), Buda (Courtrai), Vooruit (Gand), le Vivat (Armentières), le Manège (Mons)/ CECN/tech¬nocITé, TnBA (Bordeaux), Baltoscandal (Rakvere), Noorderzon (Groningen),Rotterdamse Schouwburg
Apoios: Conseil Régional Nord-Pas- de-Calais, Ministère de la Culture et de la Communication (DRAC Nord-Pas-de-Calais), e la Ville de Lille. Antoine Defoort e Halory Goerger são artistas associados ao Phénix, ao Beursschouwburg (Bruxelas), ao CENTQUATRE (Paris) e ao APAP/Performing Europe.

Regras:

– Os vencedores devem levantar os convites na bilheteira até às 21:00.
– O levantamento deve ser efectuado pelo próprio vencedor, o prémio é pessoal e intransmissível
– Devem enviar-nos os seguintes dados: Nome e BI (para além da resposta)

Se tiveres problemas a participar no passatempo elimina os cookies e o histórico de navegação do teu browser e tenta de novo fazer o login. Se não funcionar envia a tua participação para passatempos@ruadebaixo.com. Indica no e-mail o teu username.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This