Passatempo JOGADORES de Pau Miró

Convites duplos – “JOGADORES”, de Pau Miró – Teatro da Politécnica

Qual a nacionalidade de Pau Miró?



5 CONVITES DUPLOS PARA “JOGADORES” NO TEATRO DA POLITÉCNICA DIA 15 DE OUTUBRO ÀS 21:00




Sinopse

Numa casa antiga, ao redor de uma mesa, debaixo de uma lâmpada, quatro homens jogam uma partida de cartas. Esta casa é um refúgio onde se aceitam todos os fracassos, onde todos são permitidos. O fracasso é a regra, não a excepção. O dinheiro desapareceu, assim como desapareceu qualquer possibilidade de sucesso pessoal. Ao ponto de bater no fundo, as quatro personagens decidem arriscar. O jogo torna-se perigoso.

Jogadores é uma radiografia das relações humanas, da parte obscura e inacessível que esconde todo o mundo, salpicada de humor e, claro, de um saudável espírito lúdico.

Vidas de merda focadas naqueles milésimos de segundo do virar da carta que decide uma partida. Cada personagem tem a sua história, quase poderíamos dizer que cada uma tem um conto por narrar.

Os quatro, no entanto, contam uma história em comum: quatro homens que se sentem deslocados. O mundo mudou e não o entendem. Mudaram os valores, as regras, e eles não encontram o seu lugar. O dinheiro desapareceu e não regressará. Também as prerrogativas. Os alicerces. Deslocados, arrastam os pés, parecem fantasmas ou cadáveres, ou sonâmbulos, ou parecem estar em estado de coma… ou, se me permitem, parece que tiveram uma branca (aquele momento em que o actor/actriz está no palco e se esquece do texto).

É como se estas personagens se tivessem esquecido do texto e estivessem à espera que voltasse. Perderam o pulsar do mundo, e só têm uma maneira de o recuperar, talvez demasiado arriscada, seguramente demasiado perigosa. E louca. E também desesperada. Ao fim e ao cabo, no entanto, a única maneira.

O mais provável é que não lhes saia bem, mas quem sabe? Vermelhas ou pretas, quem sabe? De qualquer forma, se existe alguma possibilidade de vencer o jogo é graças aos quatro actores que contam esta história, este conto carregado de contos.

JOGADORES de Pau Miró Tradução Joana Frazão com Américo Silva, António Simão, João Meireles e Pedro Carraca Cenário e Figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Coordenação Técnica João Chicó Assistência João Pedro Mamede Encenação Jorge Silva Melo M12

No Teatro da Politécnica de 23 de Setembro a 24 Outubro
3ª e 4ª às 19h00 | 5ª e 6ª às 21h00 | sáb às 16h00 e às 21h00
Reservas | 961960281

Em Coimbra, no Teatrão, de 28 a 30 de Outubro às 21h30

Regras:

– Os vencedores devem levantar os convites na bilheteira.
– O levantamento deve ser efectuado pelo próprio vencedor até 1 hora antes do inicio da sessão. O prémio é pessoal e intransmissível
– Devem enviar-nos os seguintes dados: Nome e BI (para além da resposta)

Se tiveres problemas a participar no passatempo elimina os cookies e o histórico de navegação do teu browser e tenta de novo fazer o login.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This