rdb_cortex2016terencedavis_header

6ª edição do Córtex presta homenagem ao britânico Terence Davies

O festival arranca dia 18 de Fevereiro em Sintra

Córtex – Festival de Curtas-Metragens de Sintra, regressa ao Centro Olga Cadaval em Sintra, de 18 e 21 de Fevereiro de 2016, para a sua 6ª edição e dedica uma homenagem ao britânico Terence Davies.

Natural de Liverpool, o realizador Terence Davies (n.1945) começou o seu trabalho com uma trilogia que levou cerca de 10 anos a ser finalizada e que é apresentada na sessão de abertura do Córtex 2016, dia 18 de fevereiro, no formato original de 35mm: “Children”, “Madonna and Child” e “Death and Transfiguration”.

A trilogia que é exibida no Festival Córtex acompanha os três estágios na vida de Robert Tucker, alter ego de Terence Davies, que foi educado no seio de uma família católica da classe operária em Liverpool. Em “Children” Robert é uma criança vítima de bullying, com um pai violento e abusivo que morre ainda durante a sua infância. “Madonna and the Child” retrata um Robert na meia idade que vive sozinho com a sua mãe e luta contra uma homossexualidade reprimida. Os sentimentos de culpa e vergonha são induzidos por uma educação católica extremamente devota. Em “Death and Transfiguration” assistimos à dolorosa morte de Robert Tucker. São três filmes que articulam entre si as fantasias e os mais profundos medos e pesadelos de Terence Davies.

Estes três filmes que compõem a trilogia, colocaram Terence Davies no mapa cinematográfico como um dos cineastas britânicos mais originais do final do século XX. Mais tarde, nas longas metragens, viria a trabalhar com atrizes como Rachel Weisz e Gillian Anderson. Davies arrecadou dois dos mais prestigiados prémios de cinema com o filme “Distant Voices, Still Lives” nomeadamente o FIPRESCI Prize do Festival de Cannes e o Leopardo de Ouro no Festival de Locarno.

Claire Barwell, produtora do filme “Death and Transfiguration” marca presença em Sintra para apresentar a trilogia de Terence Davies e, enquanto realizadora, conduzir uma palestra sobre o papel da mulher no cinema. “Women in Film, a personal and political perspective from the UK” propõe-se a refletir sobre a necessidade contínua de uma maior representação das vozes e da perspectivas das mulheres no cinema e realiza-se no MU.SA.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This