Albano Jerónimo, Beatriz Batarda e Sam Ashby júris da 15ª edição do Queer Lisboa

A 15ª edição do Festival de Cinema Queer Lisboa, que decorre de 16 a 24 de Setembro, no Cinema São Jorge, irá contar com os actores Albano Jerónimo e Beatriz Batarda, e ainda com Sam Ashby, Designer e Editor da Revista londrina Little Joe, como júris da Secção Competitiva para a Melhor Longa-Metragem.

O júri da Secção Competitiva para o Melhor Documentário será composto por Miguel Gonçalves Mendes (realizador do documentário sobre a vida do Nobel português, “José & Pilar”), Claudia Mauti (directora e programadora do Festival de Cinema Mix Milano), e por Franck Finance-Madureira (reconhecido jornalista e director da Queer Palm do Festival de Cannes).

Como já é habitual, ao longo das últimas edições, o júri convidado, composto por individualidades nacionais e internacionais reconhecidas na área do cinema ou no plano cultural queer, será responsável por eleger a melhor longa-metragem de ficção e o melhor documentário. O realizador da longa-metragem receberá um prémio no valor de mil euros, oferecido pela Absolut Vodka, e o documentário arrecadará um prémio de 3 mil euros patrocinado pela RTP2, pela compra dos direitos de exibição do filme neste canal.

O Queer Lisboa 15 atribui ainda o Prémio da Secção Competitiva para a Melhor Curta-Metragem, um prémio do público atribuído pelos espectadores do Festival. Esta secção conta com 22 títulos em competição e o realizador galardoado recebe um prémio no valor de mil euros, oferecido pela Jameson.

O 15º aniversário do mais antigo Festival de Cinema de Lisboa, que irá acontecer sob o signo da Transgressão, tema central da programação, contará com 84 filmes de mais de 30 nacionalidades.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This