Albano Jerónimo, Beatriz Batarda e Sam Ashby júris da 15ª edição do Queer Lisboa

A 15ª edição do Festival de Cinema Queer Lisboa, que decorre de 16 a 24 de Setembro, no Cinema São Jorge, irá contar com os actores Albano Jerónimo e Beatriz Batarda, e ainda com Sam Ashby, Designer e Editor da Revista londrina Little Joe, como júris da Secção Competitiva para a Melhor Longa-Metragem.

O júri da Secção Competitiva para o Melhor Documentário será composto por Miguel Gonçalves Mendes (realizador do documentário sobre a vida do Nobel português, “José & Pilar”), Claudia Mauti (directora e programadora do Festival de Cinema Mix Milano), e por Franck Finance-Madureira (reconhecido jornalista e director da Queer Palm do Festival de Cannes).

Como já é habitual, ao longo das últimas edições, o júri convidado, composto por individualidades nacionais e internacionais reconhecidas na área do cinema ou no plano cultural queer, será responsável por eleger a melhor longa-metragem de ficção e o melhor documentário. O realizador da longa-metragem receberá um prémio no valor de mil euros, oferecido pela Absolut Vodka, e o documentário arrecadará um prémio de 3 mil euros patrocinado pela RTP2, pela compra dos direitos de exibição do filme neste canal.

O Queer Lisboa 15 atribui ainda o Prémio da Secção Competitiva para a Melhor Curta-Metragem, um prémio do público atribuído pelos espectadores do Festival. Esta secção conta com 22 títulos em competição e o realizador galardoado recebe um prémio no valor de mil euros, oferecido pela Jameson.

O 15º aniversário do mais antigo Festival de Cinema de Lisboa, que irá acontecer sob o signo da Transgressão, tema central da programação, contará com 84 filmes de mais de 30 nacionalidades.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This