“HIROSHIMA, MEU AMOR” regressa aos cinemas em versão restaurada

O inesquecível filme de ALAIN RESNAIS regressa este mês aos cinemas por um período limitado, em Lisboa e no Porto. A versão restaurada de HIROSHIMA, MEU AMOR vai estar em exibição no ESPAÇO NIMAS, a partir de 19 de Dezembro, e no TEATRO DO CAMPO ALEGRE, a partir de dia 26 do mesmo mês. O restauro 4K de HIROSHIMA, MEU AMOR foi efectuado a partir do negativo original e contou com a supervisão do Director de Fotografia Renato Berta (colaborador do cineasta francês em “É Sempre a Mesma Cantiga” ou “Fumar/Não Fumar”, entre outros). A versão restaurada foi apresentada pela primeira vez na edição deste ano do Festival de Cannes.

HIROSHIMA, MEU AMOR é um dos mais míticos filmes da carreira de ALAIN RESNAIS e da História do Cinema. Em 1959, quando foi apresentado no Festival de Cannes, a primeira longa-metragem do cineasta desafiou convenções e foi um dos filmes charneira da Nouvelle Vague. Hoje é tido como um clássico intemporal e a sua influência é incontestada.

Uma actriz francesa (interpretada por Emmanuelle Riva) conhece um arquitecto japonês casado (Eiji Okada) em Hiroshima, no pós-Guerra, e ambos se envolvem num intenso romance. O argumento original, onde dois tempos se cruzam numa reflexão que espelha a angústia dominante da época, foi escrito por Marguerite Duras, que inclusivamente recebeu uma Nomeação para o Oscar nesta categoria.

No início de 2014, HIROSHIMA, MEU AMOR será ainda exibido em Braga, no Theatro Circo, e Coimbra, no Teatro Académico Gil Vicente.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This