Krystian Lupa pela primeira vez em Portugal

Pela primeira vez em Portugal, o encenador polaco Krystian Lupa é uma referência do teatro mundial, com uma carreira cujo reconhecimento chegou com a atribuição do Prémio Europeu de Teatro em 2009. José Luis Gómez, considerado um dos principais actores espanhóis e fundador do Teatro de La Abadia – a principal companhia de teatro independente espanhola – é Hamm, a personagem central de “Fim de Partida”, de Samuel Beckett, em cena nos dias 14 e 15 de Janeiro, pelas 21h30, na Sala Principal do TMA.

Uma mistura de desprendimento e excelência

Estreado a 13 de Abril de 2010 no Teatro de La Abadia, de Madrid, Fim de Partida foi imediatamente aclamado pela imprensa espanhola: Juan Garzón, crítico de teatro do diário ABC, considerou a encenação de Lupa “formidável, concentrada, intensa, asfixiante, perturbadora”; Javier Villán, do El Mundo chamou a atenção para a interpretação de José Luis Gómez (“o exercício de um grande actor”), que o jornal económico La Gaceta descreveu da seguinte forma: “Gómez chega a meter medo, de tão bom actor que é”. Referindo-se ao Teatro de La Abadia, o mesmo jornal afirma que “em tudo o que faz esta companhia –  que é algo como uma manufactura teatral de luxo – existe uma mistura de desprendimento e excelência”. Juan Cruz, do El País, considera Fim de Partida “uma metáfora que continua a existir, quando saímos do teatro”, e a revista asturiana La Ratonera afirma que este espectáculo, “pela sua originalidade, está condenado a converter-se numa referência”.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This