ORESTEIA – Ciclo de Leituras Públicas na Fonte do Ídolo

A Comunidade de Leitura Dramática, dinamizada no âmbito do projecto BragaCult da responsabilidade da CTB – Companhia de Teatro de Braga, vai realizar um Ciclo de Leituras de textos dramáticos sobre personagens mitológicas da Cultura Clássica Grega.

Este Ciclo pretende criar o ambiente para a apresentação integral da trilogia “Oresteia” (Agamémnon, Coéforas e Euménides), de Ésquilo, que a CTB estreará em Junho/Julho, com encenação de Rui Madeira, no âmbito de Braga 2012 – Capital Europeia da Juventude, numa co-produção com o Teatro Municipal de Almada, o Teatro Constantino Nery de Matosinhos, o Theatro Circo e o Grupo Dragão Sete de São Paulo (Brasil).

Continuando na busca de um teatro político, Rui Madeira estabelece uma ponte com a actual Europa decadente de valores morais e encena “Oresteia” como parábola da “família (europeia) desavinda”, que “tem de libertar-se e acabar de vez com os velhos deuses”, sendo certo que “esta guerra é para ser ganha pelo Coro dos cidadãos de Atenas”.

Esta co-produção terá a participação de actores portugueses, africanos e brasileiros e será apresentada em Portugal e no Brasil.

O Ciclo de Leituras abordará a (volta da) guerra de Tróia, as consequências para os “vencedores” e o papel que alguns personagens tiveram no desenrolar dos acontecimentos, que fundaram a identidade cultural europeia. Factos e personagens aparentemente tão esquecidos nos tempos que correm.

Este Ciclo decorrerá entre Janeiro e Abril, com 5 sessões públicas, num espaço nobre da cidade de Braga: a Fonte do Ídolo, numa colaboração estreita com o gabinete de Arqueologia da Câmara Municipal de Braga e o Theatro Circo. Momento privilegiado para usufruir de um dos Lugares de maior relevância na matriz identitária da Cidade.

O programa do Ciclo de Leituras é o seguinte:

Dia 30 de Janeiro: “Troilus e Créssida” de Shakespeare

Dia 27 de Fevereiro: “Ifigénia em Áulis” de Eurípides

Dia 26 de Março: “Electra” de Sófocles

Dia 16 de Abril: “Coéforas” de Ésquilo

Dia 30 de Abril: “Filoctetes” de Sófocles

Sempre às 21.30h e com entrada Livre.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This