PFShortsFest

Portugal Fantástico junta-se ao Teatro Rápido para levar o cinema nacional ao Chiado. A partir de Junho, mensalmente, na segunda e última 5ª Feira de cada mês, às 21h30, serão exibidas várias curtas-metragens nacionais no magnífico espaço do TR BAR do Teatro Rápido. As mostras serão exibidas no âmbito do “PFShortsFest” onde, em cada sessão, uma das curtas-metragens será escolhida pelo público como a melhor da sessão. Trimestralmente, as seis curtas-metragens escolhidas como melhores em cada sessão, estarão presentes numa mostra final onde será selecionada a vencedora à qual será atribuído um prémio.


REGULAMENTO: 
http://www.portugalfantastico.com/pfshortsfest/

 

Programa dia 11

 

A Linha

de Adriana Silva

Sinopse: Uma casa, três gerações, um sonho de criança. No silêncio da sala, Alice pergunta-se se será possível desfazer o que foi feito.

 

Classificação etária: M12

 

Até Quando

De Jorge Cramez

Sinopse: O crédito malparado tem vindo a aumentar progressivamente, o incumprimento continua a subir. Um jovem acorda e limpa pegadas de sangue na casa vazia.

Classificação etária: M12

 

 

Ent(r)e

De Tiago Inácio

Sinopse: Quando a uma misteriosa criatura lhe é concedida a pele e carne de uma bela e sedutora mulher, todas as portas lhe são abertas: homens, poder, beleza, fama, fortuna).
Porém, ao findar de um ciclo, ao seu Mundo a criatura deve regressar e entregar algo que carrega dentro dela. Uma recusa pode originar algo de terrível.

Classificação etária: M12

 

 

Sugar Girl

De Bruno Simões

Sinopse: When Sally, a young and independent London tourist guide, is about to go travel around the world, she meets Tom, a young mime artist who is looking for his missing dog. With the clock ticking and her heart racing, she’s about to find out that love is full of choices.

Classificação etária: M12

 

Programa dia 25

 

A Dança de Sísifo

de António Afonso Costa

Sinopse: Hermes, um autómato de última geração, apercebe-se de que os humanos que tinha sido encarregue de vigiar possuíam a capacidade de ler livros, atividade considerada perigosa numa etapa do desenvolvimento em que tudo era decidido por uma central de inteligência estatal, cujos membros eram virtuais, e ninguém sabia como combater. A leitura de livros era uma forma de manter vivo o espírito crítico, a criatividade e a sensibilidade, através das quais o indivíduo se afirma único, livre de recusar aquele universo colectivo, totalitário e alienante. Do contacto com os dois humanos, o autómato reconhece-se diferente e inverte o percurso de perseguição. É a si mesmo que recusa, a sua constituição anormal que lhe não permite relacionar-se emocionalmente nem escolher a solução definitiva para o seu caso, a morte.

Classificação etária: M/12

 

Banda Desenhada

de Pedro Santasmarinas

Sinopse: Banda Desenhada é uma curta-metragem sobre o poder que a banda desenhada tem de nos transportar para outro universo, de ação e fantasia.

Luís encontra-se numa loja de banda desenhada a ler um livro quando algo acontece, e desvia a sua atenção.

Classificação etária: M/12

 

O Anjo

de André Marques

Sinopse: Sandra e Madalena são duas irmãs muito diferentes. No momento em que Henrique dos Santos entra nas suas vidas, novos acontecimentos e novas revelações serão desvendadas…

Classificação etária: M/12

 

O Fim do Homem

de Joana Cunha

Sinopse: Quando o céu começou a ficar vermelho, o mundo transformou-se. Em pouco tempo, o medo tornou as pessoas violentas e o caos generalizou-se. Dra. Vega, uma jovem astrónoma, está sozinha e isolada num antigo palácio. A poucos momentos de descobrir que é portadora de um dos maiores segredos da História do Homem, descobre também que há alguém que sabe mais do que ela.

Classificação etária: M/12

 

Poesia de Segunda Categoria

de Luís Poesia

Sinopse: Manhã de 21 de Fevereiro de 1935. Lisboa. Saturno em Sol. Uma conjunção de Marte com Plutão. Fernando Pessoa consulta os astros. Será propícia a sua ida à entrega dos prémios literários do Secretariado de Propaganda Nacional? A sua obra – Mensagem – recebeu um prémio. António Ferro, velho amigo de Pessoa e agora Director do SPN, vem bater à sua porta: “Fernando, é importante que estejas presente! Eu arrisquei-me para te dar este prémio! ”Fernando Pessoa não abre.

Num outro quarto de Lisboa, Fernando Correia Dias e Cecília Meireles preparam-se para a mesma cerimónia. Também eles esperam cruzar-se com Fernando Pessoa. Alguns dias antes, Fernando Pessoa deixou-os horas à espera num café. Cecília quer uma explicação.

 

Mas nesse dia, nesse 21 de Fevereiro de 1935, uma outra pessoa irá procurar o autor da Mensagem. Conseguirá Álvaro de Campos convencer Fernando Pessoa?

Classificação etária: M/12



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This