Webp.net-resizeimage (38)

THE GREAT LISBON CLUB

O mais irreverente, elegante e seguro novo clube da cidade abre portas esta semana.

Apostado em marcar a cena nacional com o igual respeito pela experiência da música ao vivo, a elegância dos antigos cabarets e a segurança que os tempos que vivemos exigem, de 2 a 5 de Dezembro, o The Great Lisbon Club vai unir o passado ao presente, com os olhos postos no futuro, e criar um espaço de partilha de linguagens, sonoridades e formatos.

bairro da Graça é o local escolhido para acolher a primeira edição deste evento tão especial que louva uma enorme comunidade de músicos, performers e DJs. A Voz do Operário, o Largo da Graça e o Camones recebem uma mão cheia de artistas que têm ou tiveram nos clubes lugares de criação primordiais, que se reflectem nos percursos de cada um. Este ano, os Pop Dell’Arte encontram o saxofonista Rodrigo Amado; Bezegol & Rude Bwoy Banda convidam Marta Pereira da Costa; os Bizu Coolective chamam Da Chick; João Cabeleira vai tocar com os Budda Power Blues; os Desconectados contam com a ajuda em palco de Jorge Palma e Manel Cruz; JP Simões apresenta o último disco do seu alter-ego Bloom com a prestação de Nuno Ferreira; Suzie and The Boys têm a companhia de Symone de la Dragma; os Lefty vão rockar com Scúru Fitchádu e muito muito mais.

Como só assim poderia ser, está assegurado o total cumprimento de todas as regras de segurança impostas pela DGS: o festival terá mesas e lugares marcados e, por isso, será apenas necessária a apresentação do certificado digital de vacinação ou teste negativo antigénio ou PCR – não são admitidos autotestes – para que todas e todos possam fazer parte desta grande festa.

E se o encontro da comunidade artística apela à festa, não poderia também deixar de apelar à solidariedade. É por isso que, na Voz do Operário, durante todos os dias do evento, a associação União Audiovisual, que apoia profissionais técnicos e artistas da cultura, espectáculos e eventos, terá um ponto de recolha de bens alimentares não perecíveis.

No Largo da Graça, além dos concertos, instala-se ainda a The Great Store, espaço para editoras e lojas de discos independentes, com vinil, CDs, cassetes, DVDs, livros de artista e revistas. Confirmada a presença das lojas de discos Chasing Rabbits e A Record a Day, e da editora Omnichord Records.

2 DEZEMBRO

Largo da Graça
16h00 – 3Wyzemen

Camones
18h00 – Northern Lights
19h30 – Kriol

Voz do Operário
21h00 – Desconectados & Jorge Palma & Manel Cruz
22h45 – Pop Dell’Arte & Rodrigo Amado
00h15 – DJ Mário Valente
Performers Dagu, Lady Myosotis e Manu de La Roche

3 DEZEMBRO

Largo da Graça
16h00 – They’re Heading West
17h15 – Vítor Bacalhau
18h30 – DJ Mike Stellar

Camones
18h00 – Mr. Bubble
19h30 – Rita Braga

Voz do Operário
21h00 – Bloom & Nuno Ferreira
22h45 – Suzie and the Boys & Symone de La Dragma
00h15 – DJ B Sessions – Mikas & Ricardo Pinto
Performers Dagu, Lady Myosotis e Manu de La Roche

4 DEZEMBRO

Largo da Graça
16h00 – Lana Gasparøtti
17h15 – Eugénia Contente Trio
18h30 – DJ Lucky

Camones
18h00 – Theodoro
19h30 – Lost Train Trio

Voz do Operário
21h00 – Bezegol & Rude Bwoy Banda & Marta Pereira da Costa
22h45 – Bizu Coolective & Da Chick
00h15 – DJ Lady G Brown
Performers Dagu, Lady Myosotis e Manu de La Roche

5 DEZEMBRO

Largo da Graça
16h00 – Miss Manouche
17h15 – Anonima Nuvolari
18h30 – DJ Cónego de Braga

Camones
18h00 – Luiz Caracol
19h30 – Jazzafari

Voz do Operário*
21h00 – Lefty & Scúru Fitchádu
22h45 – Budda Power Blues Collective & João Cabeleira
00h15 – DJ Chills & Fever – A Boy Named Sue & Nuno Rabino
Performers Dagu, Lady Myosotis e Manu de La Roche

Camones

BILHETES

Passe geral: 40€
Bilhetes diários: 15€
Locais de venda: Ticketline & Fever
Bilheteira no local: 20h00 às 23h30 na Voz do Operário

ACESSO AOS CONCERTOS E LOTAÇÃO DAS SALAS

Todos os bilhetes devem obrigatoriamente ser trocados por pulseiras na Voz do Operário, todos os dias do Festival, a partir das 16h00 até ao início do último concerto do dia.

A pulseira dá acesso aos concertos na Voz do Operário e no Camones, sendo que a entrada no último acontece por ordem de chegada e de acordo com a lotação do espaço (45 lugares). O acesso às apresentações no Largo da Graça é livre e gratuito.

COVID-19

Na troca dos bilhetes por pulseiras é obrigatória a apresentação do certificado de vacinação ou teste negativo antigénio ou PCR obtido nas últimas 48h – não são admitidos autotestes. O uso de máscara é obrigatório à entrada e em áreas de circulação.

COMO CHEGAR?

De forma a evitar o trânsito e a procura de estacionamento, aconselhamos que se desloque ao festival utilizando os transportes públicos.
Para chegar ao bairro da Graça: de autocarro ou eléctrico, pode apanhar o 712, 726, 734, 735, 797, 28E, 12E; de metro, saia na estação Martim Moniz ou Intendente (Linha Verde).
A distância entre os três palcos do The Great Lisbon Club é de, em média, 4 minutos a pé.

Voz do Operário: Rua da Voz do Operário, 13
Largo da Graça: Junto ao Miradouro da Graça
Camones: Rua Josefa Maria, 4B



There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This