THEATRO CIRCO E MEDEIA FILMES RETOMAM PROTOCOLO DE PROGRAMAÇÃO CINEMATOGRÁFICA

“Road to Nowhere” ou “Sem Destino” é a nova longa-metragem de Monte Hellman que o Theatro Circo exibe segunda-feira, 12 de Setembro, às 18h30 e 21h30, e que, desta forma, assinala a retoma da ligação da Medeia Filmes à programação cinematográfica do Theatro Circo e a Braga.

Com o estabelecimento de um protocolo composto pela programação semanal – às segundas-feiras – de duas sessões diárias a Medeia Filmes propõe para Braga um programa composto «pelo melhor que o cinema contemporâneo tem para oferecer, designadamente, pelos filmes que os melhores festivais de cinema do mundo seleccionaram e premiaram».

Para iniciar esta nova fase, “Road to Nowhere”, filme de Monte Hellman que a crítica apelidou de «obra-prima absoluta», foi o eleito.

Apelidado por Tarantino como «cineasta sublime», Monte Hellman, que no Festival de Veneza de 2010 foi galardoado com o Leão de Ouro Especial regressa à realização com um filme onde as barreiras entre realidade e ficção se atenuam. A acção centra-se no jovem cineasta Mitchell Haven que encontrou o material perfeito para a sua próxima obra-prima: a história verídica de um crime que envolve a bela Velma Duran e o seu amante mais velho, o político Rafe Tashen. Envolvido pela história, por Velma e pela modelo e aspirante a actriz Laurel Graham, quando a rodagem começa, no próprio local dos incidentes, Mitchell descobre que nada sobre o crime – ou sobre os seus participantes – é o que parece…

Até ao final do ano, a Medeia Filmes propõe para o Theatro Circo, de acordo com declarações de António Costa, obras «de uma das cinematografias mais aplaudidas do momento – a romena, com filmes de Cristi Puiu e Andrei Ujica –, os novos filmes de dineastas fundamentais como Abdellattif Kechiche, Alain Cavalier, os irmãos Dardenne, Lars Von Trier, Cristophe Honoré, ou, mais jovens, como Mathieu Amalric ou Alix Delaporte, entre muitos outros».

A próxima exibição acontece a 19 de Setembro (18h00 e 21h30) com a apresentação de “Aurora”, de Cristi Puiu. Apresentado na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes e levado a competição no Estoril Film Festival, “Aurora” é o mais recente filme do cineasta de “A Morte do Senhor Lazarescu” e tem por protagonista um homem comum que, atormentado pelos seus problemas e pelo seu quotidiano, percorre a sua cidade, Bucareste, para um intrigante ajuste de contas.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This