Exposição Almada Negreiros e Bordalo Pinheiro no Fórum Eugénio de Almeida

54 desenhos originais de Almada Negreiros e cerâmicas de Bordalo Pinheiro, constituem Fábulas Contadas. Almada e Bordalo, a mais recente exposição do Fórum Eugénio de Almeida, em Évora, que pode ser vista de 8 de março a 8 de julho.

A exposição apresenta 54 desenhos originais de Almada Negreiros, a tinta-da-china sobre papel, concebidos para ilustrar a obra literária Fábulas do escritor e jornalista Joaquim Manso. Os desenhos remetem para um período criativo em que o artista se interessou predominantemente pelas artes gráficas e visuais, antecedendo as grandes produções. Provenientes da coleção do Museu do Abade de Baçal, estes trabalhos dão a conhecer uma das múltiplas facetas criativas de Almada Negreiros.

Aos desenhos de Almada, junta-se ainda a arte ceramista de Rafael Bordalo Pinheiro, com um conjunto de peças em faiança policromada do Museu Bordalo Pinheiro e das Faianças Artísticas Bordalo Pinheiro, cuja expressão naturalista e figurativa reforça o ambiente do “tempo em que os animais falavam”.

De acordo com Ana Maria Afonso, comissária da mostra, a exposição “apresenta através da heterogeneidade dos pontos de vista e dos movimentos artísticos em que eles se enquadram, distintos olhares a partir dos quais os animais foram observados, interpretados, imaginados e recriados por Bordalo Pinheiro, nas suas faianças policromas (…) e por Almada Negreiros, nos desenhos vanguardistas que, em 1936, criou para ilustrar a referida obra de Joaquim Manso – desenhos verdadeiramente únicos pela forma como consegue captar a essência da temática alegórica e simplificar o conteúdo de cada uma das composições gráficas, explorar a linha e a mancha e controlar o claro-escuro e/ou o branco-e-negro da técnica da tinta-da-china (…)”.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This