A062 apresenta SESSÕES 062 VOL.2 (Caldas da Rainha)

De volta para o volume dois das Sessões, a A062 – Arte e Comunicação apresenta e junta novamente colectivos da mais recente geração de músicos das Caldas da Rainha com formações extintas da cidade. Os Plant presenteiam-nos com novas composições e os regressados Ubu com um concerto único e exclusivo.

UBU

“Sit Ubu sit” dizia um genérico de televisão dos anos 70. A relação com o quarteto das Caldas pode ser nula, mas é caso para reforçar que não deixam sentado quem os ouve. De 1998 a 2003 compuseram canções enormes se atentarmos à qualidade do que produziam no simpático cubo onde ensaiavam. Ou onde ensaiam, porque o que vamos presenciar neste segundo volume das Sessões é mesmo um regresso de pessoas que cresceram juntas e que, apesar de tudo, continuam a querer saber umas das outras. “Mostly Words Sometimes Numbers”, editado em 2002 – curiosamente pela A062 – foi apresentado em vários pontos do nosso país, como também em ocasionais visitas a Espanha. Sue, Pi, Brunix e Joe significam guitarras e mais guitarras que caminham para o descontrolo, uma bateria em constante ansiedade, e microfones para todos cantarem e tornarem os refrões mais quentes e apetecíveis. Tudo para no final pedirmos que voltem a tocar juntos mais vezes.

Susana Fiandeiro – Baixo e Voz

Miguel Spínola – Bateria e Voz

Bruno Fiandeiro – Guitarra, Teclas e Voz

Rui Filipe – Voz e Guitarra

PLANT

Os Plant falam do dia 23 de Maio de 2008 como o preciso momento em que se juntaram para fazer música – “o que começou como uma brincadeira rapidamente passou a ser um projecto sólido”. Com o apoio de amigos, novos seguidores e da comunicação social, os concertos foram crescendo e a banda também. Destacam-se as várias participações e vitórias em concursos nacionais. A nível internacional e online foram mesmo considerados “Best International Band Sept 09”. O som ecléctico que apresentam tanto pode ser rock como pode traçar um percurso perto da pop. “Love is Dead”, “Elevenfortyseven” ou a esperançosa “I Believe” são apenas alguns exemplos. No entanto, apostam na simplicidade aliada a uma forte vertente melódica intensificada pela voz de Alex, que junta outras tantas emoções na sua interpretação. A complementar as actuações ao vivo estão projecções audiovisuais concebidas para cada tema. Estas permitem uma maior envolvência entre os músicos e o público.

Alex Gomes – Voz e Baixo

João Fernandes – Guitarra

Luís Arrabaça – Bateria

João Pereira – Baixo e Guitarra

Entradas:

€3 por pessoa
€2 para estudantes (mediante apresentação de cartão de estudante)



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This