Capuchinho Vermelho XXX

Voltar ao Capuchinho Vermelho, criado em 89 pelo João Paulo, agora nesta nova versão é mergulhar nesse universo delirante e hard-core tão peculiar e divertido onde os objectos se transformam em marionetas comestíveis. O Edgard Fernandes é o actor/intérprete desta nova versão agora em estreia no FIMP.

SINOPSE

Já reparou que O Capuchinho Vermelho é uma história na qual não se fala senão de comer?

Este aspecto do conto pareceu interessar João Paulo Seara Cardoso que aqui nos apresenta um saboroso espectáculo de teatro de objectos (perecíveis).

Tudo começa, tranquilamente, sobre a toalha plástica de uma mesa de cozinha um pouco antes da hora do jantar, até ao momento em que… a hortaliça espalhada sobre a mesa se transforma em floresta.

A partir daí o universo oscila, os espaços vacilam, os tempos mudam e assistimos impotentes à metamorfose culinária do conto numa sequência de gestos e de imagens vertiginosas. O personagem, burocrata tímido, lívido, deixa-se levar, no espaço apertado da sua cozinha, por um saboroso delírio de invenções surrealistas.

É um espectáculo hilariante, efémero como uma boa refeição, mas do qual nos recordaremos por muito tempo.

16 de Setembro a 1 de Outubro
De terça a sábado às 23h00
TEATRO DE BELOMONTE
Rua de Belomonte, 57 – Porto



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This