staff World’s Fair Hotel

ESCAPE ROOM “O Estripador”

Da experiência desafiante à série

O Estripador”, o sinistro e bizarro serial killer da América deixou a sua marca em Lisboa, na réplica do seu famoso World’s Fair Hotel.

American Ripper 001 (1)

Lobby antigo, finais do Séc. XIX, sofás em design pesado, quadros de um Chicago clássico, fotografias e flyers alusivas à Feira Mundial de 1983, convidaram mais de 200 hóspedes Portugueses a passarem uma temporada nos dias 16 e 17 de Setembro, e talvez… a não saírem com vida deste autêntico “Castelo Assassino”. Foi assim a primeira impressão do ESCAPE ROOM, inspirado na mítica e lendária figura “o Estripador”. O staff do Hotel não esteve atrás, com a sua magnífica performance e caracterizados a rigor, souberam cativar os hóspedes a entrar nas salas do hotel.

staff

O espaço estava dividido em cinco circuitos, cada um composto por três salas. Bastava decifrar os enigmas, desvendar os quebra-cabeças, códigos secretos e descobrir chaves ocultas que levariam os hóspedes à abertura da sala seguinte. Tempo limite? 60 minutos! Objectivo? Sair das salas em 60 minutos, evitando ser mais uma vítima do insólito Estripador.

A menina

O ESTRIPADOR – WCAPE ROOMORLD´S FAIR HOTEL ES

O ESCAPE ROOM foi proporcionado pelo Canal HISTÓRIA, na sequência da promoção da sérieO ESTRIPADOR” sobre a terrível e surreal possibilidade de H. H. Holmes, o Estripador de Chicago e Jack, o estripador de Londres, serem a mesma pessoa.

As coincidências são irrefutáveis e em cada episódio os pormenores são de tal forma detalhados que a questão “Será mesmo possível?” propaga-se ao longo da investigação. O mais curioso é quem analisa os factos: o próprio tetraneto de Holmes, Jeff Mudgett juntamente com a ex criminologista da CIAAmaryllis Fox, procuram provar a teoria de que Holmes viajou para Inglaterra e cometeu os homicídios atribuídos a Jack, o Estripador. O incrível desta investigação não fica por aqui, outras teorias que pairam sob esta temática serão provadas nesta série de 8 episódios, tal como o homem que morreu enforcado a 7 de Maio de 1896 não ser o próprio Holmes, mas sim um outro homem enganado por este.

Vigarista, dissimulador, que ferve de entusiasmo por iludir as pessoas, de uma enorme sede de dinheiro, médico, contrabandista de órgãos e esqueletos para a Faculdade de Medicina, de uma inteligência maliciosa em elaborar esquemas horripilantes e hediondos, ao ponto de construir o Castelo da Morte, “O Estripador” é sem dúvida o serial killer a conhecer aos Domingos, às 22:45, no Canal HISTÓRIA.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This