João Canijo vence Prémio do Público em Barcelona

SANGUE DO MEU SANGUE de João Canijo acaba de receber o Prémio do Público no “D’A – Festival Internacional de Cinema D’Autor” de Barcelona, o único Prémio que este festival atribuiu.

Apresentando na secção Direccions, em que foram seleccionadas “as melhores obras do ano no que respeita à autoria contemporânea e ao cinema independente, nomes capitais do cinema de hoje e que dificilmente chegam às salas comerciais, mas que estão na boca de todos os cinéfilos”, como a definia o festival, o filme de João Canijo bateu-se com as mais recentes obras de nomes tão conhecidos como Werner Herzog, Johnnie To, Christophe Honoré, Nury Bilge Ceilan, Terence Davies ou Bertrand Bonello (L’Apollonide).

Este ano na sua segunda edição, o “D’A – Festival Internacional de Cinema D’Autor” de Barcelona é um festival com uma programação muito selectiva e um público cinéfilo muito especial, o que torna este Prémio ainda mais relevante. No catálogo do festival, escrevia-se que Sangue do Meu Sangue “é o último filme de um dos melhores realizadores portugueses contemporâneos, o retrato de uma mãe coragem e sua família. Uma obra onde o trabalho dos actores tem um lugar chave, ao mesmo tempo que a câmara cúmplice de um autor em estado de graça”.

Depois de ainda há pouco mais de uma semana ter recebido em Linz, na Áustria, o New Vision Award no Festival Crossing Europe este é mais um prémio internacional para João Canijo – o quinto – e mais uma prova da excelência de Sangue do meu Sangue que tem conquistado prémios em vários festivais internacionais em que foi apresentado até agora, como o Prémio da Crítica Internacional e o Prémio Otra Mirada da TVE no Festival de San Sebastian (Espanha), o Grande Prémio do Júri no Festival de Miami (EUA) e o Prémio Melhor Filme no Festival de Pau (França).

Entre nós, foi consagrado no Festival do Faial e no Caminhos do Cinema Português, em Coimbra, para além dos Prémios SPA e foi nomeado 5 vezes para os Globos de Ouro da SIC/CARAS.

O filme continua assim a sua carreira internacional, depois da Retrospectiva Integral da obra de João Canijo no BAFICI, em Buenos Aires (Argentina), em finais de Junho, será a vez do prestigiado Festival de La Rochelle (França), que para além de Sangue do Meu Sangue tem também uma Homenagem a João Canijo em que serão exibidos Ganhar a Vida, Noite Escura e Mal Nascida.

Essa mini-retrospectiva será no final do ano exibida em diversas cidades de Espanha, mas Sangue do Meu Sangue será entretanto exibido na Filmoteca da Extremadura (Cáceres e Badajoz), ainda durante este mês de Maio.

Já editado em DVD – nomeadamente numa Edição Integral Coleccionador – e exibido na sua versão em 3 partes na RTP, o filme continua a circular um pouco por todo o país, em sessões organizadas por cineclubes e associações culturais.

João Canijo aguarda que o seu próximo projecto, Caminhos da Alma, tenha luz verde do Instituto de Cinema e possa entrar em produção.”



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This