Portugal em primeiro plano no festival États Généraux du Film Documentaire

A edição de 2012 do festival États Généraux du Film Documentaire vai dedicar uma das principais secções ao documentário português, Route du Doc: Portugal, de 23 a 25 de Agosto em Lussas, no Sul de França. No total são exibidos 28 filmes de realizadores portugueses, produzidos desde 2001, uma selecção realizada a partir de uma colaboração entre o festival États Généraux du Film Documentaire, a Apordoc – Associação pelo Documentário e o festival doclisboa.

Inserida num festival de carácter não competitivo e que procura sobretudo contribuir para o debate e a reflexão em torno do documentário, a secção Route du Doc procura reunir num só programa filmes que façam emergir uma identidade possível do cinema português.

Vão passar pelo Route du Doc: Portugal os filmes:

Quinta 23 de Agosto

Manhã
Tio Rui de Mário Macedo, 2011 – 29’
Entrevista com Almiro Vilar da Costa de Sérgio da Costa, 2009 – 29’
Jaime de António Reis, 1974 – 35’

Tarde
Trás-os-Montes de Margarida Martins Cordeiro, António Reis, 1976 – 110’
Ruínas de Manuel Mozos, 2009 – 60’

Noite
Imorredoira de Sílvia das Fadas, 2005 – 5’
Yama no Anata de Aya Koretzky, 2011 – 59’
Paisagem de Renata Sancho, 2001 – 11’
Da Natureza das Coisas de Luís Correia, 2006 – 36’

Sexta 24 de Agosto

Manhã
Jardim de João Vladimiro, 2007 – 70′
Snack-bar Aquário de Sérgio da Costa, 2010 – 37’
A Casa Que Eu Quero de Raquel Marques, Joana Frazão, 2009 – 65’

Tarde
48 de Susana de Sousa Dias, 2009 – 93’
1971-74 de Andreia Sobreira, 2011 – 38’
Le passeur de Filipa César – 34’+30’

Noite
O Estrangeiro de Ivo Ferreira, 2010 – 18’
VHS – Video Home System de Salomé Lamas, 2011 – 39’
Petit isaac e sua mãe inês de Ana Eliseu -10’
Cinema Português? de Manuel Mozos, 1997 – 53’

Sábado 25 de Agosto

Manhã
L’éternel départ de Saguenail de 2010 – 33’
Máscara do Tempo de Gonçalo Jordão, 2008 – 10’
O Que Pode Um Rosto de Susana Nobre, 2003 – 105’

Tarde
A Torre de Nuno Lisboa, 2011 – 25’
Lisboa Província de Susana Nobre, 2010 – 20’
O Movimento das Coisas de Manuela Serra, 1985 – 89’
Covas do Douro de Tiago Afonso, 2002 – 7’
Pé na Terra de João Vladimiro, 2006 – 20’

Noite – Sessão Especial
Tabu de Miguel Gomes, 2012 – 120’



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This