UM MÊS DE MÚSICA PORTUGUESA

“Durante o mês de Outubro a cidade de Lisboa vai assistir ao MÚSICA a METRO – 1º Festival de Música Debaixo da Terra. Um mês de música Portuguesa, com showcases móveis, concertos intimistas e happenings em quatro das estações de Metro mais movimentadas de Lisboa: Cais Sodré, Marquês de Pombal, Campo Grande e Aeroporto.

De 1 a 27 de Outubro, o Festival MÚSICA a METRO promete celebrar a musicalidade e surpreender o dia-a-dia da cidade, enchendo as estações de ritmo e os ouvidos de melodia. As performances acontecerão entre quarta-feira a sábado, das 17h00 às 20h30, coincidindo com os horários de maior fluxo do metropolitano.

O Dia Mundial da Música – dia 1 de Outubro – é o dia de abertura do Festival na estação Cais Sodré, contando com alguns dos nomes incontornáveis da música portuguesa: ANTÓNIO ZAMBUJO, JP SIMÕES, ANA FIRMINO, MANUEL JOÃO VIEIRA e FILHO DA MÃE – num registo intimista, numa performance especialmente criada para o evento. O Festival vai contar com algumas surpresas ainda não anunciadas e dezenas de participações artísticas. Destacam-se, pela originalidade e liberdade de movimento da performance, os showcases acústicos nas carruagens de metro. Neste registo contaremos com: WE TRUST, LONG WAY TO ALASKA, GUTA NAKI e GLI TRI PORTUGHESI. Espera-se uma grande adesão ao Festival – são cerca de 15 milhões de utilizadores por mês da rede de metro e tem-se apostado numa forte estratégia de comunicação que envolve canais de televisão, rádios, muppies, cartazes, web e uma forte divulgação nas redes sociais. De salientar que o feedback nas redes sociais tem sido extremamente positivo e muito superior ao esperado inicialmente.

O Festival conta com a participação voluntária de todos os envolvidos e manifesta a capacidade empreendedora, criativa e mobilizadora de todos os cidadãos. O Festival MUSICA a Metro não tem fins lucrativos e não conta com patrocínios.

Organização: está a cargo do colectivo de criativos e empreendedores sociais intitulado: IMAGINA – Núcleo Criativo para o Empreendedorismo Social. O IMAGINA assume-se como uma incubadora de ideias e plataforma de criação, a nível nacional e internacional. O seu principal objectivo é o de alavancar de forma dinâmica e quase viral a criação artística e inovadora em todas as suas vertentes. É orientado para as áreas social, cultural e ambiental e aposta em implementar e apoiar projectos ou ideias que tenham em vista aumentar o bem-estar social, através de métodos sustentáveis, justos e criativos.”



There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This