A arte urbana invade as paredes da Covilhã

O WOOL – Festival de Arte Urbana da Covilhã, a decorrer entre Setembro e Dezembro deste ano, vai trazer quatro artistas urbanos de renome internacional para intervir em diferentes paredes da cidade. O WOOL terá início no próximo dia 29 de Setembro. A primeira intervenção corre a cargo de dois artistas portugueses conhecidos sob o nome de ARM Collective. Estarão a trabalhar até dia 4 de Outubro num edifício localizado nas proximidades da Igreja de Santa Maria, em pleno centro histórico.

Todo o processo da pintura poderá ser acompanhado ao vivo pelos cidadãos. Como referem os organizadores do festival, Pedro Seixo Rodrigues, Lara Seixo Rodrigues e Elisabet Carceller “um dos objectivos é aproximar este tipo de arte das pessoas. Queremos divulgar a arte urbana e dar as ferramentas necessárias para que possa ser entendida e apreciada”.

Assim, além das intervenções na rua, o festival tem previsto realizar diferentes eventos para aproximar artistas e população, nomeadamente conversas (com entrada livre) e workshops. Este festival é o primeiro de seu género a ser realizado numa região do
interior de Portugal e, em palavras da organização “pretendemos que, com esta edição e as que esperamos que lhe seguirão, a Covilhã fique no mapa da arte urbana nacional”. Outro dos objectivos futuros do projecto é construir um roteiro de arte urbana na cidade.

Os próximos eventos desta primeira edição trarão intervenções de VHILS, o mais internacional dos street-artist portugueses (de 21 a 26 de Outubro); os stencils inspirados no passado da artista de Barcelona BTOY (de 7 a 13 de Novembro) e uma acção inserida no projecto global Inside Out, do artista francês JR (em início de Dezembro).

O WOOL – Festival de Arte Urbana da Covilhã está integrado nas comemorações do dia da cidade, conta com a parceria da Câmara Municipal da Covilhã e com o financiamento da Direcção-Geral das Artes.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This