rdb_anc_header

Autobiografia de Nicolae Ceausescu

Ascensão, auge e queda.

Estreou em exclusivo no Medeia Monumental, em Lisboa, o documentário que mostra os 24 anos de Nicolae Ceausescu no poder – ascensão, auge e queda.

Realizado por Andrei Ujica, cerca de quatro anos de trabalho foram investidos neste projecto e mais de mil horas de imagens foram analisadas, o que valeu bem a pena.

No início, vemos o ditador romeno a ser interrogado, juntamente com a sua mulher. Sabemos então que estamos em 1989, ano em que ambos foram executados. Mas isso não se vê: chegamos ao fim e Nicolae continua vivo, no seu interrogatório.

Em 1965 chegou a secretário-geral do partido Comunista Romeno e todo esse período, até 1989, é aqui retratado, numa densa sequência em flashback. E um dos elementos que torna este filme notável é precisamente a selecção e montagem; o trabalho de edição realizado é simplesmente fantástico e complexo, mas aparentando ser simples.

Como é habitual em vários regimes ditatoriais, o culto da personalidade e o uso de imagens propagandistas são elementos fundamentais e Ceausescu sentia-se à vontade com as câmaras e em expor-se publicamente, como qualquer megalómano que se preze. Vemos isso de forma clara, é um aspecto bem explorado e que justifica a existência de tantos documentos imagéticos, tanto oficiais como vídeos caseiros – é assim que podemos ver o casal Ceausescu a jogar ténis.

Durante estas condensadas três horas, não há narrador, não há entrevistas; as imagens falam por si, são irónicas, fazem-nos reflectir, sobre Ceausescu em concreto mas também sobre o poder e os seus contornos. O filme acompanha a sua ascensão, em que vemos um homem que até poderia ser comum, com ideais para um país, até aos tempos em que é seguido cegamente e, finalmente, ao golpe que o derrubou de forma violenta.

É por isso que esta é uma autobiografia, é por isso que o título assenta perfeitamente; o ditador mostra-se através das suas próprias imagens, uma capacidade de transmissão que faz deste documentário não só um bom filme, mas também um óptimo documento histórico.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This