BEAK> @ Teatro Maria Matos

BEAK> não é nenhuma extravagância de Geoff Barrow fora dos seus Portishead. Quando muito é a sua casa, o local perfeito onde algumas das suas grandes paixões florescem descontraidamente. Mas para quem gosta de ligar pontas soltas e desenhar cronogramas, ouçam Silence ou We Carry On em Third, o álbum de 2008 que fez regressar Portishead: é como se BEAK> já fosse um organismo em incubação ali, recebendo vitais nutrientes de um dos mais fundamentais projetos pop dos últimos 20 anos. Depois ouçam o psicadelismo de Fuzz Against Junk de Billy Fuller, e ainda o espírito progressista de Team Brick de Matt Williams. E se Third dos Portishead, onde Matt também participou, foi um álbum de parto lento e doloroso ― de concretização quase impossível―, os dois álbuns de BEAK>, em 2009 e 2012, nasceram, em sessões espontâneas de estúdio de poucas horas , em takes diminutos, com direito a ganharem a sua independência sem overdubs ou outros acabamentos. Diríamos até que BEAK> é, neste momento, a língua materna de Geoff Barrow, onde todo um vocabulário vindo dos anos gloriosos do krautrock se fortalece graças a um espírito de comunicação raro entre três músicos que vislumbram o mesmo objetivo. Neu!, Can e La Düsseldorf (ou, até mesmo, os norte-americanos Silver Apples) voltam a pairar diante de nós, entronados por um essencial e vibrante motorik rítmico made in Germany, mas com peças brilhantemente fabricadas em Bristol.

sexta 14 setembro 22h00

Sala Principal
15€ / Com desconto 7,50€
M/3



There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This