BENOÎT PIOULARD EM COIMBRA

Saído das fileiras da reconhecida editora Kranky, ao longo da última década o fotógrafo e compositor norte-americano Thomas Meluch tornou mais precisos os contornos da silhueta a que deu o nome de Benoît Pioulard. Identidade assumida aquando das suas primeiras composições, com aquela assinatura pretendeu o autor convocar e sobrepor a imagem e o som, síntese filtrada por um olhar documental que, desde há alguns anos, o levou a ter por companhia um gravador, no qual regista todo e qualquer ruído envolvente. É de resto a partir da referida premissa que constrói todo o seu processo criativo, buscando em centenas de gravações arquivadas os sons e as texturas que lhe permitem contextualizar as suas composições. Estas, pontuadas por elementos electrónicos, ainda assim não deixam para trás a relação de proximidade com o seu autor, comportando uma forte marca descritiva em cada uma das suas letras.

Em “Lasted”, o seu mais recente trabalho, a fotografia confunde-se com a escrita. O detalhe que o autor nele deposita é quase obsessivo, convocando em exclusivo as responsabilidades pela produção, artwork e componente video que acompanha cada um dos seus concertos.

Benoît Pioulard é um control freak. Thomas Meluch um dos mais talentosos autores norte-americanos da sua geração.

Organização: Lugar Comum.

Entrada geral: € 8,00
Entrada associados Lugar Comum: € 7,00



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This