Virtus4

Novo Festival de Cinema Internacional com proposta inovadora

O PUFF – Portugal Underground Film Festival, que terá lugar de 8 a 16 de Junho, é o mais novo festival internacional de cinema a realizar-se em Portugal e apresenta uma proposta inovadora: descentralizar o acesso à cultura e promover a difusão de filmes alternativos e experimentais.

Assim, o PUFF propõe-se decorrer em várias cidades nacionais em simultâneo e em espaços que não são habitualmente escolhidos para exibir filmes. Portimão e Fundão foram as cidades seleccionadas para esta primeira edição de 2012. Em Portimão, o festival terá lugar no Museu de Portimão, que opera como montra do património histórico, etnográfico e industrial da cidade e no Fundão, irá realizar-se na Moagem – Cidade do Engenho e das Artes, que hoje em dia, funciona como um veículo de distribuição da oferta artística e cultural do município.

Paralelamente ao festival, serão apresentadas duas exposições da fotógrafa portuense Cinda Miranda.
Com este singular evento de cinema, a 1P2L Produções Independentes, produtora organizadora do festival, pretende dar a conhecer Portugal perante os seus convidados internacionais como um país variado e ideal para a rodagem de filmes, fomentando desta forma o turismo e incrementando as oportunidades de negócio para o país no campo do cinema mundial.

“The Underground Comes Up”

O PUFF pretende trazer a Portugal uma nova forma de olhar filmes menos comerciais, alternativos e experimentais, de ficção ou documental, curtas ou longas. Esses filmes “underground” dificilmente chegariam às salas de cinema através da distribuição convencional.

O festival está dividido em quatro categorias em competição: longas-metragens, curtas-metragens, Doks e U-can. Todos os filmes devem ser posteriores a 2010 e inéditos em Portugal (à excepção dos filmes nacionais). Os documentários devem abordar temas pouco divulgados e até mesmo tabu na nossa sociedade. Na categoria U-can os estudantes de várias escolas de cinema portuguesas terão a oportunidade de mostrar o seu trabalho. Além dos troféus dados ao vencedor de cada categoria, haverá o Prémio do Público, votado pela audiência das duas cidades.
O júri, exclusivamente português, é composto por dois grupos, avaliando um as secções de longas-metragens e U-Can e outro, os documentários e curtas-metragens.

Várias figuras públicas do meio artístico e cultural já mostraram o seu interesse em participar.

O festival conta com o apoio da RDB.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This