Pat Metheny | “Unity Band”

Pat Metheny | “Unity Band”

A unidade faz a força (e um belo disco)

“Unity Band”, o novo disco do já lendário guitarrista Pat Metheny, vem estampado com o selo da renovação. Pela primeira vez em três décadas, Metheny decidiu incluir na formação um virtuoso do sopro, Chris Potter, que aqui se atira ao saxofone tenor, ao clarinete baixo e ao saxofone soprano com muita classe e não menos estilo.

Para lá de Chris Potter, a formação apresenta Ben Williams no baixo acústico – também ele uma estreia ao lado de Metheny – e Antonio Sanchez na bateria, músico que colabora com Metheny há cerca de uma década.

Deste quarteto resulta uma química explosiva e, ao mesmo tempo, um repertório de excelente apanha. Ao todo temos nove faixas, cada uma delas funcionando como um corpo autónomo e contendo como que um mistério por decifrar: há groove latino que transborda de sensualidade, baladas com veia folk, uma boa porção de jazz swingado e um lado mais pop, que faz com que nem só os incondicionais do jazz vejam em Pat Metheny uma referência musical. A melhor rodela sonora com que Pat Metheny nos brindou desde há uns bons anos.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This