Três filmes com distribuição da Alambique nomeados para Óscares

Depois de ter recebido o Prémio de Melhor Actriz no Festival de Berlim e nos European Film Awards, Charlotte Rampling acaba de ser nomeada para Óscar de Melhor Actriz pelo filme 45 ANOS, última longa metragem do realizador Andrew Haigh aplaudida pelo crítica internacional. Esta é a primeira nomeação da actriz nos Óscares que começou a sua carreira no cinema em 1964, com LIÇÕES DE SEDUÇÃO. Em 1966, interpretou Meredith no filme GEORGY GIRL e depois disto, a sua carreira de actriz desabrochou tanto no cinema inglês, como no francês e italiano. Rampling interpretou vários papéis polémicos. Em 1969, em OS MALDITOS, de Luchino Visconti e em O PORTEIRO DA NOITE, de Liliana Cavani, de 1974.

Ela atingiu o reconhecimento do público americano num remake da história de Raymond Chandler, O ÚLTIMO DOS DUROS (1975), mais tarde com RECORDAÇÕES de Woody Allen (1980) e particularmente O VEREDICTO (1982), um aclamado drama realizado por Sidney Lumet e protagonizado por Paul Newman. A sua longa lista de filmes também inclui ANGEL HEART – NAS PORTAS DO INFERNO, AS ASAS DO AMOR, de Ian Softly, THE CHERRY ORCHARD, de Michael Cacoyannis, CAÓTICA ANA, de Julio Medem, LEMMING, de Dominik Moll, PARA O SUL, de Laurent Cantet, SIGNS & WONDERS, de Jonathan Nossiter e Max, MEU AMOR, de Nagisa Oshima.

Charlotte colaborou muito com o realizador François Ozon, tendo papéis em SOB A AREIA (2001), SWIMMING POOL (2003), ANGEL – ENCANTO E SEDUÇÃO (2006) e mais recentemente, JOVEM E BELA. O trabalho mais recente inclui participações em séries e filmes como BROADCHURCH, DEXTER, RESTLESS, COMBOIO NOTURNO PARA LISBOA, I, ANNA, MELANCOLIA, O CORAÇÃO DA TEMPESTADE, CLEANSKIN, STREETDANCE, NUNCA ME DEIXES, BABYLON AD, A VIDA EM TEMPO DE GUERRA, BOOGIE WOOGIE e A DUQUESA.

45 ANOS estreou-se nas salas de cinema nacionais a 31 de Dezembro e continua em exibição.

EMBRACE OF THE SERPENT nomeado para Melhor Filme de Língua Estrangeira

Em 1909, o xamã colombiano Karamakate guia o explorador alemão Theo numa expedição pela Selva Amazônica, para localizar uma planta sagrada, que pode curar a doença misteriosa de Theo. Quarenta anos depois, Karamakate testemunha as mudanças provocadas pelos ocidentais sobre os povos indígenas da região, quando ele embarca noutra jornada semelhante com um cientista americano. Uma viagem num mundo desaparecido, filmado a preto e branco pelo realizador Ciro Guerra. EMBRACE OF THE SERPENT foi premiado na Quinzena dos Realizadores e é a primeira nomeação da Colômbia nos Óscares. Brevemente nos cinemas.

O OLHAR DO SILÊNCIO / THE LOOK OF SILENCE nomeado para Melhor Documentário

Depois de O ACTO DE MATAR / THE ACT OF KILLING, o realizador Joshua Oppenheimer acompanhou uma família de sobreviventes do genocídio indonésio que descobre como é que o filho foi assassinado e a identidade dos homens que o mataram. Determinado a quebrar o feitiço de silêncio e medo sob o qual vivem os sobreviventes, o mais novo dos irmãos confronta os homens responsáveis pelo assassinato do irmão – algo inimaginável num país onde os assassinos permaneceram no poder. Esta é a segunda nomeação de Joshua Oppenheimer nos Óscares.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This