ART CONSUMPTION for Tivoli

Miguel Ângelo Rocha apresenta no espaço de entrada, de passagem e de encontro do Hotel Tivoli, três peças que entre elas constroem uma narrativa em três atos distintos. A peça contundente intitulada Voz, depois Viridiana e, no cento do ponto de encontro uma peça sem título e que nos remete imediatamente para um trabalho artístico de pendor formal e autoreferencial, mas que sugere um anel de elevação pelo odor do café que integra a peça.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This