atm_cena

ATM – Atelier de Tempos Mortos

Ganha convites duplos para o espectáculo da Companhia do Chapitô.

“Divertidos, imprevisíveis, atentos, mordazes e especialmente físicos. A Companhia do Chapitô, (que anda por este mundo fora a pisar palcos e a vencer prémios desde 1996) está de volta, depois de ter vivido um 2016 de sonho por brincar (e de que maneira!) aos clássicos – Electra foi eleito pelos profissionais da área o melhor espectáculo de teatro na Feira Internacional de Teatro e Dança de Huesca (Espanha) e Édipo foi distinguido com o Prémio Florencio, o mais importante reconhecimento da Associação de Críticos do Uruguai.”

“ATM – Atelier de Tempos Mortos” é a nova criação colectiva da Companhia do Chapitô. Com encenação de Cláudia Nóvoa e José Carlos Garcia e interpretação de Jorge Cruz, Ramón de Los Santos, Susana Nunes e Tiago Viegas, a peça tem por base um texto original do grupo e segue a linha de comédia física, marcadamente visual, que lhe tem merecido reconhecidos aplausos em palcos por todo o mundo.

Um lugar, quatro vidas, uma história com, irremediavelmente, um final. É o mote desta criação que retrata o quotidiano de quatro “jovens” na terceira idade num verdadeiro turbilhão de emoções. “Gargalhadas que rapidamente se fundem em lágrimas de remorsos, de olharmos como espectadores o reflexo das nossas próprias dores.”

E um alerta … não são espectáveis tempos mortos!

ATM_cartaz

Com encenação de Cláudia Nóvoa e José Carlos Garcia e interpretação de Jorge Cruz, Ramon de Los Santos, Susana Nunes e Tiago Viegas.

“ATM – Atelier de Tempos Mortos”, estreia a 2 de Fevereiro às 22h no Chapitô e ficará em cena até 26 de Março, de quinta a domingo, às 22h.

Preço: 12€

Leiam aqui a reportagem.

 

PASSATEMPO

Em parceria com a Companhia de Teatro do Chapitô temos 2 convites duplos para o espectáculo de Domingo, dia 19 de Fevereiro às 22:00. Para ganhar um destes convites basta preencher o formulário em baixo respondendo a esta pergunta: A Companhia de Teatro do Chapitô celebra em 2017 quantos anos de existência?



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This