CONFLUÊNCIAS – MOZART E SALIERI

O Teatro Nacional D. Maria II apresenta, no dia 11 de outubro, às 19h, no Salão Nobre, uma leitura encenada a partir de Mozart e Salieri de Alexander Pushkin. Inserida num dos novos eixos de atividade da TEIA – Confluências – esta é uma proposta de diálogo entre formas de expressão que podem coexistir.

Por ocasião do espetáculo Amadeus, de Peter Shaffer, em cena na Sala Garrett, esta leitura encenada será complementada com uma contextualização histórica que nos ajudará a confrontar com a verdade e o mito existentes na relação entre dois músicos do séc. XVIII, Mozart e Salieri. Cucha Carvalheiro coordena a leitura que será interpretada por Luís Gaspar e Carlos Malvarez. Maria João da Rocha Afonso fará um enquadramento conceptual e teórico do tema.

Publicada pela primeira vez em 1830, a “pequena tragédia” de Alexander Pushkin, Mozart e Salieri, deu corpo a uma lenda que, ultrapassando o tempo, ganhou vida e credibilidade ao afirmar que Salieri envenenou Mozart. Peter Shaffer partiu do texto de Pushkin para escrever uma obra teatral que foi também ponto de partida para um filme. Esse mesmo texto de Pushkin foi utilizado integralmente como libreto de uma ópera de Rimsky Korsakov, apresentada em 1898. Partindo deste estímulo, será criado este novo objeto artístico.

Entrada livre.



There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This