Éme & O Cão da Morte em Coimbra

João Marcelo, também reconhecido como Éme, é aclamado por muitos como um dos mais sérios criadores de música sushi – crua mas envolvida em algas. Guitarrista e compositor dos eufóricos Passos em Volta, dará o seu primeiro concerto em Coimbra na Sala Arte à Parte. Na mochila leva um EP para apresentar, sinteticamente intitulado “Passa-se alguma coisa estranha aqui”. Gravado em Odivelas com a ajuda do compincha suburbano Cão da Morte, compila cinco amostras intimistas de um já vasto cancioneiro folk, acumulado ao longo dos últimos anos. Mas atenção, que ninguém se deixe enganar pelos coros em falsetes das Pega Monstro, pelos límpidos solos de guitarra ou pelos sintetizadores vintage. Éme mantém a calcária e despreocupada poesia de um adolescente que conhece os spots de skate de Benfica como o braço empenado da sua viola clássica, e a querida simplicidade de quem não faz canções para ficar bem em nenhum retrato.

O Cão da Morte é um projecto de canções em português, iniciado por Luís Gravito, em 2007. Com um EP homónimo e o LP “Trovas Intravenosas” editados, prepara-se para lançar em 2011 um novo disco rock, gravado na Chamusca, com uma banda de apoio. No concerto de Coimbra apresentará as canções desse disco e ainda canções tão novas que nem nesse disco estão (estarão concerteza num EP que, sem ninguém saber, já anda a ser gravado). Um senhor chamado Ricardo Costa disse uma frase na imprensa que se aplica bem a todas as canções e discos d’O Cão da Morte: «Temas muito pessoais, neste caso com brisas bem urbanas, e onde os arranjos tomam parte dos temas de forma subtil mas que lhe dão imensa força, junto com a verdadeira poesia que nós entra ouvidos e alma dentro».

No concerto, as canções serão divididas e intercaladas. Vai haver ainda convidados para juntar à festa. O local é a Sala Arte à Parte, em Coimbra. O dia é 26, às 22.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This