“Senhor Monstro” | Dan Wells

“Senhor Monstro” | Dan Wells

Há monstros debaixo da cama (e um pouco por todo o lado)

Trabalhar numa casa mortuária em tão tenra idade não podia acabar bem. John Wayne Cleaver, rapaz a quem terão despontado ainda poucos pêlos no peito e no bigode, é um miúdo com pouco jeito para as relações pessoais. Prefere antes conviver com os que já não respiram e, num sábado à noite, trocaria de boa vontade uma ida à discoteca pelo silêncio de um bom embalsamento.

John Cleaver foi diagnosticado, desde muito cedo, com «Transtorno do Comportamento» – talvez fosse mais correcto chamar-lhe Distúrbio do Comportamento -, que é o mesmo que dizer que estamos diante de um sociopata de respeito que, aos sete anos de idade, descobriu a sua grande paixão – os serial killers -, bem como o monstro que vivia dentro de si como a voz de um pequeno diabo a zunir-lhe aos ouvidos.

Em “Não Sou Um Serial Killer”, o seu romance de estreia, Dan Wells havia-nos apresentado a esta personagem com uma obsessão (quase) incontrolável por psicopatas e assassinos em série que, no final, acabam por se tornarem nuns improváveis heróis.

No segundo tomo da série, intitulado “Senhor Monstro”, um novo assassino visita o condado de Clayton, e todas as vítimas aparecem de alguma forma ligadas a John. Apesar de querer ajudar a polícia a resolver o caso, o rapaz com alma de monstro vai tornar-se no principal suspeito do agente Clark Forman, que o traz debaixo de olho.

Paralelamente, John vai contra todas as suas regras e segue o impulso do coração, tornando-se numa espécie de namorado de Brooke – a quem carinhosamente se refere como «a grande anomalia da minha vida» -, incerto sobre se acabarão na cama ou, alternativa pintada em tons de vermelho, se o monstro não acabará com ela antes disso.

Combinando a história policial com um toque de sobrenatural, Dan Wells serve-nos uma narrativa onde o humor negro está presente da primeira à última página. John Cleaver e Dexter haveriam de se dar bem.

Uma edição Contraponto



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This