Tag Archives: Catarina Lacerda

“Coriolano”

Coriolano tem uma visão do mundo que defende com mão de ferro. É inflexível nos seus valores, e não se preocupa com palavras suaves, o que lhe custa o amor do povo e, eventualmente, uma pátria a que chamar sua.


Fingir a revolução que aí vem

Olhando para os nossos tempos, o Teatro da Cornucópia traz-nos um ciclo sobre o teatro e revolução. Depois de “Fim de Citação” e antes do “Balcão”, de Jean Genet, agora no palco do Teatro D. Maria II a “Cacatua Verde”, de Arthur Schnitzler, cuja acção se situa nos tempos da Revolução Francesa.


Olá e Adeusinho

Peça encenada por Beatriz Batarda, em cena no Teatro do Bairro Alto até 6 de Junho.



Pin It on Pinterest