“Neighbours” | Lília Momplé

“Neighbours” | Lília Momplé

Janela para um novo e imprevisível destino

Em “Neighbours”, Lília Momplé relata, no estilo narrativo de um “Short Cuts” altmaniano, a história política de Moçambique – uma nação que ficou esquecida e sujeita a uma grande crueldade, desde a colonização portuguesa às tentativas de uma África do Sul, imersa no regime de apartheid, em devolver o País a um estado de ocupação, violência e escravatura.

A história de “Neighbours” decorre numa única noite, em Maputo, no interior de três apartamentos distintos onde se vivem ambientes antagónicos. Num deles, uma apaixonada família traça planos para o futuro; noutro, uma mulher prepara com as filhas a comida para o Ide – uma festa religiosa dos Maometanos -, esperando (em vão) por um marido infiel; no último, um grupo de homens estão reunidos para preparar um golpe que, desde o início, parece estar destinado a acabar mal.

Lília Momplé consegue, em pouco mais de 150 páginas, criar uma história intensa, habitada por personagens de emoções profundas e que nos apresenta, de forma romanceada – como conta a autora no prefácio -, “a permanente e trágica ingerência da minoria racista da África do Sul no meu País onde, sobretudo na década de oitenta, incontáveis moçambicanos viram o rumo das suas vidas desviado ou, simplesmente, deixaram de existir, por vontade e por ordem dos defensores do apartheid”. Mesmo com o fantasma da tragédia a pairar até à última linha, “Neighbours” oferece uma mensagem de esperança e abre uma janela para “um novo e imprevisível destino”.

Uma edição Porto Editora (Colecção Literatura Plural).



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This