Birds Are Indie em concerto no Clube Ferroviário, dia 7 de Julho, pelas 22h00

A história dos Birds Are Indie (entrevista aqui) é uma história de amor que começou há 13 anos atrás. Em 2010, Joana Corker e Ricardo Jerónimo alargaram o seu romance à música e criaram a banda. Desde então,  já editaram dois EPs pela netlabel Mimi Records e os concertos ao vivo têm sido uma constante.

O primeiro EP “Love Birds, Hate Pollen” foi descrito como “cinco músicas que falam de amor, sonho, liberdade, cansaço e desencontro”. Deste projeto para o segundo EP a evolução foi natural e “Life is Long” representa a descoberta de novos instrumentos e sonoridades que se transformaram nos 5 temas deste mais recente EP.

Os Birds Are Indie definem o seu projeto como “ absolutamente descomprometido, rudimentar, pouco afinado, nada virtuoso, mas cheio de amor”. E acrescentam que “nenhum de nós sabe cantar ou tocar particularmente bem. Ainda assim, cantar e tocar, parece fazer-nos muito bem”.

A verdade é que o som dos temas interpretados por esta banda é de uma enorme simplicidade mas ao mesmo tempo criatividade. As sonoridades surgem de momentos de inspiração passados a ouvir a natureza, a prestar atenção a sons ouvidos todos os dias mas nos quais nem sempre se repara e também da descoberta da sonoridade de objetos como instrumentos antigos ou mesmo um ovo.

Os Birds Are Indie estarão no palco do Clube Ferroviário no próximo dia 7 de Julho pelas 22h00 para um início de noite tranquilo. Um momento de sintonia com a paisagem envolvente com banda sonora indie-folk. Os bilhetes para este concerto custam €5,00 e estão à venda no local.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This