Encerramento dos cinemas Saldanha Residence

Face ao actual panorama da distribuição e exibição, marcado pelas inegáveis desigualdades estimuladas pelos grandes grupos, a MEDEIA FILMES tomou a decisão difícil de encerrar as quatro salas de cinema, que programa nas galerias Saldanha Residence, a partir de segunda-feira, 9 de Maio. O encerramento das salas de cinema MEDEIA no Saldanha Residence marcará um novo ciclo na programação e exibição dos Cinemas Medeia, pautado por um reforço na aposta de qualidade no cinema independente e nas cinematografias menos divulgadas no nosso país.

Uma decisão que permitirá, a curto prazo, concentrar a oferta cinematográfica de qualidade nas salas de cinema da MEDEIA FILMES, bem como terminar o trabalho de renovação e digitalização destas mesmas salas – verdadeiros ícones de excelência da exibição cinematográfica na cidade de Lisboa.

A oferta dos cinemas manterá o mesmo nível de diversidade, rigor e qualidade que se tem mantido ao longo dos anos, desta vez concentrada nos cinemas MONUMENTAL, KING, FONTE NOVA e, agora com uma programação abrangente e regular, também no ESPAÇO NIMAS.

Salas de cinema onde se estrearam, em exclusivo, nas últimas semanas obras ímpares da cinematografia mundial recente como “Poesia”, de Lee Chang-dong, “Road to Nowhere – Sem Destino”, de Monte Hellman, “As Quatro Voltas”, de Michelangelo Frammartino, e que contaram, em apenas dois meses, com a presença de dois vultos do cinema francês actual (Isabelle Huppert, na antestreia de “Copacabana”, e Mathieu Amalric, para apresentar o seu filme “Tournée – Em Digressão”).

A obrigatoriedade de investimento na digitalização, somada aos contratempos inerentes à concorrência dos grandes grupos de exibição, com a oferta desmedida de bilhetes de cinema, encaminhou-nos para esta decisão. Este desequilíbrio é pautado ainda pela falta de actuação da Autoridade da Concorrência bem como do próprio Instituto do Cinema e do Audiovisual.

Este encerramento traz com ele um novo fôlego no panorama de exibição do cinema alternativo, em Lisboa, comprovado pela oferta regular de cinema independente e de excelência, assinalando-se, desde já, um ciclo exclusivo dedicado a INGMAR BERGMAN, no Espaço Nimas, no qual será exibido a quase totalidade da sua obra, recentemente restaurada.

A partir de Julho, na sala da Avenida 5 de Outubro, este ciclo é, para além de uma oportunidade imperdível de redescobrir a obra do cineasta sueco, um sinal da vitalidade dos CINEMAS MEDEIA e da ambição de continuar a programar com rigor o melhor cinema de autor.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This