Junip | “Junip”

Junip | “Junip”

Um álbum e banda para ter por perto quando o frio chegar e apetecer um som quente e aconchegado para as tardes curtas de inspiração

Após uma ingressão a solo, José González decidiu que era tempo de voltar a reunir a banda, e surge assim o regresso dos Junip depois de “Fields”, lançado em 2010 e que tão bem foi recebido pela crítica internacional.

O primeiro avanço do álbum foi para «Line of Fire», e abriu o mote para uma série de músicas com uma mensagem bastante presente; «Your life your coice» talvez seja a mais in your face.

No entanto, sente-se que a banda se manteve fiel ao que nos agradou há 3 anos. As músicas mantém-se calmas e directas, sem demasiados floreados, a voz de González mantém-se assertiva e quase estéril de sentimentos em particular. Há contudo diferenças; parece que sobem de tom os sintetizadores, algumas linhas de baixo e a bateria é também ela mais proeminente, dando quase a sensação de afirmação, que tiveram outros planos, mas que este é aquele ao qual se vão agarrar até ao fim. Provam que são uma banda e que não estão dependentes de um lead singer. Neste álbum, foram também introduzidas mais guitarras acústicas, levando-nos para um ambiente mais acolhedor.

Um LP composto por 10 faixas, todas banhadas com a melancolia que tão bem caracteriza Junip. Definir o estilo em que se enquadram depende realmente do estado de espírito com que estamos ao ouvir as músicas, mas quase que passa por um chillout, dando-nos assim tempo e capacidade de absorver cada letra e nota que entoam deste álbum homónimo.

Se não for audácia destacar algumas faixas, para além do single de apresentação, salientam-se «So Clear», «Villain» e «After all its said and doe». Um álbum e banda para ter por perto quando o frio chegar e apetecer um som quente e aconchegado para as tardes curtas de inspiração.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This