PECHA KUCHA NIGHT LISBON

No próximo dia 2 de Outubro, a Fundação EDP/ Museu da Electricidade é, mais uma vez, palco do evento Pecha Kucha Night Lisbon. Este evento concebido por Astrid Klein e Mark  Dytham (Klein Dytham architecture) teve origem em 2003 na cidade de Tóquio, facto que explica o nome Pecha Kucha, que significa em japonês “o som de uma conversa”.

Depois do sucesso das anteriores edições, Pecha Kucha Night Lisbon regressa com uma mão cheia de novidades. Entre os confirmados estão António Jorge Gonçalves (ilustração), Miguel Rios (design), Gonçalo Tocha (performer), João Fiadeiro (criação), Mette Thomsen (arquitectura), Daniel Melim (artes plásticas) ou João Carlos (fotografia).

Esta expressão “o som de uma conversa” surgiu para responder a uma necessidade latente de criação de plataformas onde o trabalho criativo pudesse ser apresentado de uma forma fácil e informal. Porém, depressa se revelou global, visto que Pecha Kucha Night (PKN), sem qualquer tipo de iniciativa explícita por parte dos seus criadores, se espalhou por centenas de cidades em todo o mundo. Sem dúvida um fenómeno internacional que se encontra presente em mais de 309 cidades até à data desta comunicação e está em Lisboa desde 2007.

Actualmente, Porto e Funchal também já aderiram à iniciativa.

Esta plataforma permite que vários profissionais de diferentes áreas criativas se reúnam, estabeleçam redes de contacto, conheçam e apresentem publicamente o seu trabalho. Como tal, o lema da PKN é que qualquer pessoa poderá participar desde que se proponha apresentar um trabalho criativo em diversas áreas ou uma perspectiva criativa sobre algo que pelo qual tenha apreço. É este carácter quase lúdico e espontâneo assim como essa mesma diversidade e ecletismo criativo que diferencia este evento de outros semelhantes.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This