QUEER LISBOA 2010 – DESTAQUES DIA 23 SETEMBRO

O Queer Lisboa apresenta a estreia do documentário “Boys Just Wanna Have Fun”, de Luís Hipólito e Margarida Moura Guedes (Sala 2, 18h00) sobre os “Dark Horses”, jogadores da primeira equipa de rugby gay-friendly em Portugal. O seu nome é também o termo usado na gíria das corridas de cavalos para designar aqueles cavalos em que ninguém aposta mas que, ainda assim, se sagram vencedores. Metáfora que ilustra na perfeição o espírito combatente que move os mentores deste projecto desportivo. Os realizadores e a equipa estarão presentes nesta sessão.

A primeira longa-metragem de Jake Yuzna, “Open” (Sala 1, 22h00), aborda de forma bela e intensa a complexidade das fronteiras normativas do sexo, sexualidade e género. O primeiro filme americano a ganhar o Prémio do Júri do Teddy, reúne um elenco de verdadeiros hermafroditas, pandróginos e homens e mulheres trans, de forma a criar um olhar revelador sobre os pioneiros de uma nova experiência humana.

“I Shot My Love” (Sala 3, 21h30) conta a história pessoal de Tomer Heymann e revela-nos a relação triangular entre o próprio realizador, o seu namorado alemão, Andreas, e a sua mãe. Descendente de alemães, a família de Tomer reencontra na presença do seu namorado pontos de contacto com a sua própria história. Contudo, nunca se deixa de sublinhar as diferenças entre os dois mundos onde agora vivem. O realizador estará presente nesta sessão.

O realizador Juanma Carrillo vem ao Queer Lisboa apresentar a primeira curta-metragem do Programa de Curtas 4 (Sala 1, 19h30). “Caníbales” transporta-nos a um parque urbano onde os homens se entregam ao sexo de forma fortuita e sigilosa.

À meia-noite, na Sala 3, começa a primeira sessão Queer Art dedicada à Performance e Arte Vídeo onde se propõe um conjunto de títulos que faz uso da imagem enquanto extensão do corpo.

O Showcase este ano volta-se para a dança com ele & yo onde a dupla Joana Ruival e Anajara Laisa Amarante apresentam um trabalho que resulta da reflexão sobre os estereótipos de género e as heranças sócio-culturais. É uma dupla de encontros e desencontros à volta da música, do tango e da performance, que arranca no foyer do Cinema São Jorge às 21h00.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This