RodrigoLeao

Rodrigo Leão @ Coliseu dos Recreios (28.06.2024)

20 anos de “Cinema”, num espectáculo que revisita e reedifica o álbum

O concerto “Cinema Revisitado”, por Rodrigo Leão, decorrera na noite de sexta-feira, dia 28 de Junho, no Coliseu dos Recreios, e contara com alguns temas inéditos e muito especiais. Uma viagem musical que se delongou por quase duas horas e que contou com duas dezenas de músicas do artista. O músico e compositor fez-se acompanhar, em palco, de seis outros músicos que, em conjunto, nos embalaram e acolheram simbioticamente. Um acordeão, um violino, uma viola d’arco, um violoncelo, um baixo, uma bateria, dois teclados e um piano constituíram o mar sonoro que envolveu aquele espaço tornado casa feliz.

«A Cidade Queimada» fora o mote de partida, orientando um silêncio tenaz por parte do público coadunável com a obra-prima que iríamos escutar a partir dali, naquele hiato temporal. Seguir-se-ia «Cinema» e outros temas instrumentais, que corresponderiam a uma dança melodiosa inabalável e incansável, a que todos nos oferecemos sem arredar o coração. Ana Vieira e Sónia Tavares tornaram a caminhada lunar ainda mais bela, com as suas vozes cheias de vida.

O sonho real e alcançado permaneceu durante todo o concerto, numa ambiência que, para além de sonora, era colorida. Por entre tons vermelhos, laranjas, amarelos, brancos, rosas, roxos e azuis, a paisagem celeste foi sendo composta.

A plenitude entranhada com que se tocaram e cantaram as duas dezenas de músicas, numa celebração das duas dezenas de anos do álbum, arrastaram a plateia para um lugar denso e, ao mesmo tempo, leve. As variações melódicas iam sendo equilibradas a cada respiração, porquanto muito concretas e sonantes. Plantaram-se flores num jardim imenso (e intenso), desde logo porque a simplicidade estava (e esteve sempre) lá.

Durante o concerto, Rodrigo Leão foi realçando a importância que este “Cinema” teve na sua vida pessoal e profissional. As canções sentiram-se e fizeram-se escutar, como se fizéssemos parte do filme mais cabal das nossas vidas. O pianista reforçou ainda como é imprescindível termos amigos que nos dão a mão, mediante um olhar muito atento e grato.

Obrigada por este abraço. Foi uma noite muito bonita.



There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This