4ªEDIÇÃO PRÉMIOS SHORTCUTZ LISBOA

4ª Edição Prémios Shortcutz Lisboa

A noite mais longa das curtas está de volta!

4.ª Edição dos Prémios Shortcutz Lisboa, movimento internacional de divulgação de curtas-metragens powered by Jameson Portugal, realiza-se no dia 1 de março, no Musicbox.
O evento distingue o melhor das curtas portuguesas que estiveram em competição no ano passado nas sessões semanais do Bicaense Bar, com um total de 16 categorias e mais de 40 nomeados: desde realizadores, actores e músicos, a muitos outros profissionais que fazem o cinema português acontecer.

Naquela que já é conhecida como “a noite mais longa das curtas”, será entregue o prémio à Melhor Curta do Ano, votada entre as curtas vencedoras das competições mensais, e à Melhor Curta Shortcutz Network, onde competem as melhores curtas das cidades que integram o movimento entre outras categorias que visam premiar um género cinematográfico que normalmente não é contemplado com este tipo de galardões, designadamente Melhor Documentário, Melhor Direcção de Arte, Melhor Música Original, Melhor Produção e Melhor Fotografia.

Prémios Fundação GDA

Este ano, e pela primeira vez, a Fundação GDA associa-se ao Shortcutz Lisboa, para a atribuição dos Prémios Fundação GDA para Melhor Actor e Melhor Actriz em Curta-Metragem 2013, no valor total de 2000 euros.

Criada pela GDA (Gestão dos Direitos dos Artistas, Intérpretes ou Executantes), a Fundação GDA tem como missão a valorização do trabalho dos artistas, atores, bailarinos e músicos, bem como a dignificação das respectivas carreiras.

Figura Shortcutz e Prémio Futuro

Além da entrega de prémios aos vencedores de cada categoria, eleitos pelo júri do Shortcutz Lisboa – constituído por 18 nomes reconhecidos no meio cinematográfico, jornalístico e musical português -, são também atribuídos dois prémios da exclusiva responsabilidade da equipa do Shortcutz Lisboa: Figura Shortcutz, que este ano distingue o QUEER LISBOA, o mais antigo festival de cinema da capital, não só por todo o trabalho desenvolvido mas também pelo fundamental papel que exerce na divulgação de outros cinemas, normalmente de acesso restrito ao grande público; e Prémio Futuro, que nesta edição será entregue à recém-criada Lisboa Film Commission, como forma de reconhecimento e incentivo ao trabalho que já desenvolve na promoção da cidade e da indústria cinematográfica, cujos resultados o Shortcutz Lisboa acredita poderem ser benéficos para o cinema português e para uma nova geração de criadores cujo percurso passa pela internacionalização.
Jameson Empire Awards Done in Sixty Seconds

À semelhança das duas últimas edições dos Prémios Shortcutz Lisboa, será anunciado o vencedor português do “Jameson Empire Awards Done in Sixty Seconds”, que irá representar o nosso país na grande final em Londres.
Pela terceira vez, Portugal entra no prestigiado concurso internacional, cujo conceito é fazer um remake de 60 segundos de um filme já creditado, sendo o vencedor nacional eleito pelo júri do Shortcutz Lisboa, parceiro na promoção e exibição das curtas a concurso.

http://www.jamesonempirediss.com/

A festa dos prémios – Música by Offbeatz e poesia

O evento anual do Shortcutz Lisboa não é apenas feito de nomeações e prémios e, este ano, “porque a vida é sempre curta”: a noite começa com a performance de Live Poetry Video pelo poeta e slammer José Anjos com live vídeo de João pinto, um dos mais carismáticos videastas de Lisboa.

Antes, a receber todos os convidados e a garantir que todos fiquem no espírito certo para a grande noite, sobe à cabine do Musicbox o DJ set especial de The Lonesome Spit (thelonesomespit.wave.cat).

Offbeatz (http://offbeatz.com) – projecto que todas as quartas-feiras, no Musicbox, dá visibilidade aos talentos da nova música portuguesa – assina a programação musical com a actuação de Joana Barra Vaz (www.joanabarravaz.com) e ainda uma actuação surpresa, e entrega também nesta noite, o prémio de Melhor Videoclip do Ano.

 

LISTA DE NOMEADOS

 

MELHOR CURTA

O REINO – Paulo Castilho

ADOLFO, O RAPAZ GALINHA – João Carrilho

SOB – Nuno Prudêncio

M – Joana Bartolomeu

A BAILARINA – Fabrice R. Pinto e Cátia Garcia

GONE WITH SMOKE – Junny Zhu Ni

BUÉ SABI – Patrícia Vidal Delgado

O CÁGADO – Pedro Lino e Luís da Matta Almeida

HERCULANO – Sérgio Graciano

 

MELHOR ARGUMENTO

SOB – Nuno Prudêncio

ROBBERY – Bruno Gomes, Gina Lobosco, Chris Hambright

HERCULANO – Filipa Poppe e Célia Costa

 

MELHOR SOM

O REINO – Pedro Santos e Simão Lopes

MULHER MAR – Diogo Manso

BUÉ SABI – António Pedro Figueiredo

 

MELHOR ANIMAÇÃO

O CÁGADO – Pedro Lino e Luís da Matta Almeida

DONA FÚNFIA – Margarida Madeira

ADOLFO, O RAPAZ GALINHA – João Carrilho

 

MELHOR MÚSICA ORIGINAL

HERCULANO – Rodrigo Leão

GONE WITH SMOKE – Kaze Patricio Chan

O REINO – Miguel Santos

 

MELHOR FOTOGRAFIA

O REINO – Paulo Castilho

BUÉ SABI – Eberhard Schedl

JUNE – Siuki Yip

 

MELHOR PRODUÇÃO

MULHER MAR – Um Segundo Filmes

BUÉ SABI – Joana Dias

JUNE – Albert Chu, Mathew Tang, Chan Iok Wan, Ho Kam Fai

 

MELHOR REALIZADOR

MULHER MAR – Pedro Pinto e Filipe Pinto

O REINO – Paulo Castilho

HERCULANO – Sérgio Graciano

 

MELHOR DIRECÇÃO DE ARTE

JUNE – Fernando Eloy, Derek Hoo, Roberto Carlos Osório

O REINO – Júlio Alves

BUÉ SABI – Adriana Ventura

 

MELHOR MONTAGEM

BÍLIS NEGRA – Nuno Sá Pessoa

MULHER MAR – Pedro Pinto, Filipe Pinto, Diogo Manso

SOB – Bruno Gonçalves

 

MELHOR ACTRIZ

SOB – Carla Bolito

BUÉ SABI – Inês Worm Tirone

MULHER MAR – Teresa Andrade

 

MELHOR ACTOR

HERCULANO – Miguel Borges

LÚCIO – José Mateus

BÍLIS NEGRA – João Craveiro

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO

MEMORIES UNDER (DE)CONSTRUCTION – André Agostinho

OH JOHNY – Paulo Carneiro

PÍTON – André Guiomar

 

MELHOR CURTA SHORTCUTZ NETWORK

Shortcutz Porto – “Barba” de Paulo Abreu

Shortcutz Lisboa –

Shortcutz Amesterdão – “Wednesdays” de Aaron Rookus

 

PRÉMIO FUTURO – LISBOA FILM COMISSION

PRÉMIO FIGURA SHORTCUTZ – FESTIVAL QUEER LISBOA

 

Jameson Empire Awards – Done In Sixty Seconds

Finalistas portugueses:

“Vertigo” de João Carrilho

“Night of the Living Dead” de Margarida Madeira

“Indiana Jones – Temple of Doom” de Nuno Maravilha

 



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This