Boozoo Bajou

O duo alemão regressa a Portugal para mais um dj set explosivo. O encontro está marcado para dia 25 de Fevereiro no Clube Mercado.

Na Rua das Taipas (a rua de baixo do Bairro Alto), parece que existe um local que nos últimos tempos tem tido uma das programações mais interessantes de Lisboa. Por aquilo que se diz na rua, parece que existe um clube com extremo bom gosto e que tem criado um pólo dinamizador da música “urbana”, electrónica e não só. Sendo embora ainda algo relativamente recente, já passaram por tal espaço nomes como os Jazzanova, Nicola Conte, Kid Loco e bandas como os The Vicious Five e Legendary Tiger Man, conseguindo também dar destaque a sonoridades como o drum n’bass, breakbeat, hip-hop e reggae. O Clube chama-se Mercado mas a fruta não se paga, é de borla. No próximo dia 25 de Fevereiro passam por lá os Boozoo Bajou.

A história deste duo germânico, composto por Peter Heider e Florian Seyberth, remonta ao “longínquo” ano de 1997, em que o projecto começou a dar os primeiros passos na cena electrónica, através do lançamento de três 12’’ (“Night over Manaus”, “Under my Sensi” e “Divers”) que lhes renderam um contrato com a Stereo Deluxe, a label de Nuremberg dedicada ao Downbeat/Lounge/Nu Jazz.

Em 2001 editaram o “Satta”, um disco que lhes abriu as “portas da fama”, tendo conseguido alcançar as 65 mil unidades vendidas. Considerado como um dos clássicos do breakbeat, “Satta” foi o responsável pela enorme tour mundial que o duo protagonizou durante os dois anos seguintes. As dez faixas que compunham o disco podem ser encontradas em mais de 120 compilações espalhadas um pouco por todo o mundo.

A era “Satta” iria terminar apenas em 2003 com o lançamento de dois álbuns: “Juke Joint”, uma compilação organizada pelo duo e “The Remixes”, um disco de novas versões onde podemos encontrar ilustres e “menos óbvios” convidados como Common e MJ Blidge e outros “naturais” como Tosca e Trüby Trio. O sucesso destes dois registos encerrou um ciclo de sucesso com a Stereo Deluxe e colocou-os definitivamente como um dos projectos de “topo” da música electrónica europeia.

O regresso da dupla aconteceu o ano passado, com a edição de “Dust my Broom”, pela !K7. Neste novo disco, embora as referências downbeat continuem bastante presentes, existe uma adaptação à natural evolução da música electrónica com um piscar de olho ao dub, ragga e electro, de uma maneira suave mais precisa. Um dos temas mais emblemáticos do duo, «Killer» (que conta com a participação de Top Cat), tornou-se num dos hits das pistas de dança através da remistura de “The Funky Lowlifes”, editada posteriormente em 12’’.

Serão os temas de “Dust my Broom”, e respectivas versões, a animar a noite de 25 de Fevereiro, quando os Boozoo Bajou actuarem no Mercado. A noite promete ser de festa e vai valer a pena.

 



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This