Yann Tiersen

O regresso a Portugal do compositor e multi-instrumentalista.

Esta é certamente uma boa notícia para a enorme legião de fãs que Yann Tiersen tem em Portugal. O nosso país é dos que mais fervorosos adeptos do multi-instrumentalista e compositor reúne e as esgotadíssimas salas que o têm acolhido são disso prova. Desta feita com um novo álbum, “Les Retrouvailles”, para apresentar, espera-se nova enchente e, uma vez mais, um óptimo espectáculo nos dias 20 de Dezembro no Centro Cultural de Belém e, 24 horas depois, na Casa das Artes, em Famalicão.

Nascido a 23 de Junho de 1970 na Bretanha e agora radicado em Paris, Tiersen começou a ganhar notoriedade depois de ter realizado a banda sonora do filme “O Fabuloso Destino de Amèlie Poulain” em 2001, que deu a conhecer a sua sonoridade a cerca de 16 milhões de espectadores em todo o planeta. No entanto, esta não foi a primeira vez que transportou para o cinema algumas das suas músicas.

Antes desta, o compositor participou igualmente na banda sonora de “La Vie rêvée des Anges”, de Eric Zonca. A sua última contribuição cinematográfica foi para o trabalho de Wolfgang Becker, “Good Bye Lenin!” (2003). Aparte de incursões pela sétima arte, Tiersen conta com uma produtiva discografia desde que lançou “La Valse des Monstres”, em 1995, e da qual fazem parte “Rue des Cascades”, “Le Phare”, “Bästard – Tiersen”, “Tout est calme”, “Black session” ou “L’Absente”.

No trabalho que o lançou para a ribalta, “O Fabuloso Destino de Amèlie Poulain”, Yann Tiersen faz um trabalho impressionante, tocando vários instrumentos, como o acordeão, que torna a sonoridade do seu trabalho tipicamente francesa, o piano, vibraphone, baixo ou banjo, num processo criativo em que o compositor faz questão de ser parte activa em todas as suas etapas e que o torna numa verdadeira one-man band.

Este vai ser certamente um trabalho a revisitar durante os seus concertos nos dias 20 de Dezembro, em Lisboa, e a 21 em Famalicão. Num espectáculo que dispensa voz, onze elementos têm a responsabilidade de voltar a satisfazer uma legião impressionante de fãs portugueses que, desde o lançamento do filme de Jean-Pierre Jeunet, fazem questão de encher as salas que acolhem Yann Tiersen. Duas datas a reter em Dezembro. 

Nota: Os concertos foram adiados para 27 de Fevereiro, no Centro Cultural de Belém, 19 de Maio em Portalegre e 20 de Maio em Vila Nova de Famalicão.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This