CICLO OLHOS CEGOS QUE VÊEM

GRUPO CASSEFAZ estreia a peça TRIÁLOGO de Ruben A. Leitão, com encenação de Maria João Rocha e abre ciclo “Olhos cegos que vêem” dedicado ao autor. Todas as sextas, sábados e domingos de Julho, subirá à cena, no LARGO AGOSTINHO DA SILVA (à Praça das Flores), às 19h e às 20h a peça TRIÁLOGO.

E para lá da peça, acompanhe de 5 a 29 de Julho, o ciclo: OLHOS CEGOS QUE VÊEM dedicado a Ruben A. Leitão. A proposta envolve a peça de teatro Triálogo, anteriormente enquadrada, um debate, uma feira do livro e uma emissão de rádio ao vivo.

OLHOS CEGOS QUE VÊEM será inaugurado a 5 Julho pelas 19h com DEBATE sobre Ruben A. Leitão, contando com a presença dos Professores Armando Nascimento Rocha e Liberto Cruz, no espaço DIZPENSA (Rua Ruben A. Leitão, 2B, Príncipe Real). Na DIZPENSA estará disponível todas as sextas, sábados e domingos entre as 16h e as 18h30 uma FEIRA DO LIVRO com obras de Ruben A. Leitão, de 6 a 29 Julho. Neste mesmo espaço acontecerá a 21 de Julho, pelas 21h30, uma EMISSÃO DE RÁDIO AO VIVO, com leitura e análise da obra de Ruben A. Leitão. Todas estas ações são de entrada gratuita e estão integradas no projeto A-das-Mercês, criado por uma associação informal de pessoas e entidades do bairro das Mercês, em Lisboa.

Associado da marca A-das-Mercês, o Grupo Cassefaz tem as suas instalações na DIZPENSA e aposta agora num conjunto de espetáculos de proximidade, construídos a partir de personalidades ou imaginários marcantes na vida do bairro. Ruben Alfredo Andresen Leitão faz parte deste grupo de pessoas e ficou imortalizado no bairro ao darem o seu nome a uma das ruas. Pouco ou nada conhecido entre moradores e visitantes, torna-se o mote para a criação de um ciclo em torno da sua figura e obra.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This